Clube de Desbravadores Joseph Bates
Missão Pará Amapá

Os dados apresentados aqui são de responsabilidade da diretoria do clube Joseph Bates
Joseph Bates

Joseph Bates

Desbravadores

  • Membros 12
  • Diretoria 16
  • Total 28

Dados do clube

Fundação

22/05/2014 (10 ANOS)


Região

PA 05 DBV - MARAMBAIA E UNA


Endereço

CONJUNTO COHAB GLEBA 1 PASSAGEM F1 Nº80 - MARAMBAIA
BELÉM - PARÁ
66615-788


Reunião principal

DOMINGO
08:30:00


Link externo

Clique aqui para acessar


Classificação 2023

Este Clube foi 05 Estrelas em: 2022, 2023

Inaugurado em 22 de Maio de 2014 com os membros da diretoria Roberto Sousa, Rachel e André Patrick.

De 28 a 30 de Julho de 2017 realizou o seu 1º Acampamento com elaboração do 1º Trunfo comemorativo feito pelo instrutor Anailton. Direção do acampamento: Roberto, Thalita, Philip, Wesley, Pablo, Vitor Gabriel, Maria da Paz, Anailton e André.

Primeiro Campori: I Campori da MPA em 2018. Local: CATRE.

Com a pandemia, a diretoria do Clube passou a ser: Clarissa Santos, Ian Matheus Costa e Anailton Costa.

Primeiro Campori OnLine: I Campori Online da MPA em 2021.

Primeiro Campori Regional: Campori Regional da MPA em 2022. Local: CATRE.

Campori Online da UNB em maio de 2023.

Acampamento do Clube em setembro de 2023. Local: CATRE.

Campori A ILHA da UNB em novembro de 2023. Local: São Luís - MA.

Atual Diretoria em 2024:

Clarissa Santos - diretora
Ian Matheus Costa - diretor associado
Shirley Sena - capelã e anciã
Rayca Luiza - secretária e conselheira
Ana Carolina Ferreira - conselheira
Anailton Costa - diretor associado, conselheiro e ancião
André Marques - instrutor
Eliane Márcia Chaves - apoio
Maria da Paz - apoio
Clari Santos - apoio
Élcio Sena - apoio

Historia de Joseph Bates (1792-1872)

Joseph Bates nasceu em 8 de novembro de 1792, próximo a New Bedford, Massachusetts. Desde muito pequeno passou a amar o mar e as aventuras marítimas.

Tornou-se prisioneiro dos ingleses por 5 anos, como marinheiro e também em prisão, tendo passado por torturas, humilhações, tentativas de fuga e suas repressões. Por pouco não foi morto num massacre ocorrido na prisão.

Aos 36 anos de idade, já com razoável fortuna, largou a vida de marinheiro e se estabeleceu em Fairhaven.

Ainda como comandante em seu barco, decidiu cessar o consumo de bebidas alcoólicas e fumo. Alguns anos mais tarde abandonou o chá e o café, e em 1843 retirou também a carne de sua dieta.

Em 1839, aceitou a pregação de Miller e gastou quase todos os seus bens para propagá-la também.

Foi um dos primeiros a espalhar a mensagem do sábado como o dia do Senhor (foi um folheto escrito por Bates que convenceu Ellen e Tiago White sobre o sábado).

Com seus 80 anos vividos intensamente, faleceu em 1872, nos sofrimentos de uma terrível doença, mas na certeza de estar em pé no Grande Dia do Senhor.
O respeitado capitão era o membro mais idoso de nossa igreja pioneira, e tornou-se o primeiro presidente da Associação Adventista do Sétimo Dia local (Michigan, 1861). Ele viveu até os 80 anos.
Um dos motivos pelos quais tinha tanta resistência física, a despeito de muitos sacrifícios, era sua maneira simples de alimentação e hábitos temperantes.
Bates organizou as primeiras Sociedades de Temperança nos EUA (os membros tomavam um voto de não fazerem uso de bebidas alcoólicas).
Bates era um homem muito espiritual, com visão bem definida e a coragem de um leão. Não hesitou fazer sacrifícios quando surgia alguma necessidade.