Clube de Desbravadores Defensores da Palavra
Missão Oeste Do Pará

Os dados apresentados aqui são de responsabilidade da diretoria do clube Defensores da Palavra
Defensores da Palavra

Defensores da Palavra

Desbravadores

  • Membros 28
  • Diretoria 16
  • Total 44

Dados do clube

Fundação

24/04/2008 (11 ANOS)


Região

R11 - DBV


Endereço

RUA MACHADO DE ASSIS - 1291 - PROSPERIDADE
LARANJAL DO JARI - AMAPÁ
68920000


Reunião principal

DOMINGO
08:30:00


Link externo

Clique aqui para acessar

Classificação

HISTÓRICO DO CLUBE DE DESBRAVADORES
DEFENSORES DA PALAVRA
UMA INICIATIVA DE POUCOS; COMPROMISSO DE TODOS
I- 2007: COMEÇO TÍMIDO, MAS PROMISSOR
A primeira reunião do que viria a ser o Clube de Desbravadores Defensores da Palavra, um dos mais conhecidos da União Norte Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia, aconteceu no dia 23 de abril de 2007, no humilde templo da Igreja Adventista do Sétimo Dia, no Bairro Prosperidade, em Laranjal do Jari – município do extremo sul do Amapá, no coração da floresta amazônica, fronteira com o Suriname e divisa com o Estado do Pará.
Deste primeiro encontro participaram os pioneiros: Walfredo Muniz de Souza (mobilizador do grupo), Rilemberg Rêgo Lima, Jennifer Souza Andrade, Gdebergson Santos Maia, Hugo Leonardo Rêgo Custódio, Junior Azevedo Silva, Marcos Fabrício Pavão Marques, Claudio Junior Pereira Furtado e Leonice Lima da Silva.
Dentre esses nove, foram indicados os membros da primeira Diretoria do clube que, a partir da próxima reunião da Comissão da Igreja de Prosperidade, viria a se chamar, oficialmente, Clube de Desbravadores Defensores da Palavra. O nome foi sugerido pelos pioneiros na primeira reunião, e confirmado na seguinte, já com a presença de onze participantes, realizada no dia 30 do mesmo mês.
A primeira Diretoria, que, futuramente, viria a ser confirmada pela Comissão Administrativa e pela Igreja de Prosperidade, ficou assim definida: Diretor: Walfredo Muniz de Souza
Diretor Associado: Rilemberg Rêgo Lima
Diretora Associada: Jennifer Souza Andrade
Secretária: Leonice Lima
Conselheiro: Gdebergson Santos
Capelão: Edson Pires.
A primeira reunião de atividades do Clube Defensores da Palavra aconteceu no dia 05 de maio de 2007, quando foram formadas duas unidades (uma masculina e outra feminina). A essas alturas, o clube era composto por 13 integrantes, incluindo os membros da Diretoria.
OFICIALIZAÇÃO
A Igreja acolheu com alegria a iniciativa dos jovens pioneiros. Em outubro daquele ano, o Clube Defensores fez sua primeira caminhada e, em dezembro do mesmo ano, o primeiro acampamento, entre os dias sete e nove de dezembro, como registrado em Ata Oficial da Igreja Adventista de Prosperidade, na qual são autorizadas as saídas dos juvenis.
No dia 15 de novembro de 2007, por voto da Comissão de Nomeação, o nome de Walfredo Muniz foi confirmado como Diretor do Clube Defensores da Palavra para o biênio 2008-09. Como Diretora Associada, foi indicada Charlene Pereira, na ocasião, namorada de Walfredo, e que viria a ser sua esposa. Na ocasião, foram indicados como conselheiros: Claudio Chaves e Jacirema Sarges.
Um dos destaques dessa primeira fase do Clube Defensores é a determinação do jovem Walfredo Muniz que até um ano antes era membro de outra igreja do Distrito de Monte Dourado (do qual faz parte a Igreja de Prosperidade).
O sonho de Walfredo era liderar um clube de desbravadores. Como não conseguira criar o ambiente para tanto na igreja da qual era membro, solicitou transferência para a Igreja de Prosperidade, o que foi ratificado pela Comissão da Igreja em 19 de setembro de 2006.
Em 2007, com o apoio da liderança da Igreja, Walfredo começa a realizar seu sonho, tornando-se o primeiro diretor do Clube Defensores da Palavra.
II- 2008: O PRIMEIRO CAMPORI A GENTE NUNCA ESQUECE
Ainda sob a liderança daquela primeira Diretoria, o Clube Defensores da Palavra participara de sua primeira grande aventura: o II Encontro de Regiões, Campori, promovido pelos distritos de Monte Dourado, Porto de Moz e
Altamira, todos no Pará e pertencentes à Associação Baixo-Amazonas (ABA), e realizado na cidade de Porto de Moz (PA), entre os dias 09 e 13 de janeiro de 2008.
Nesse Campori, o estreante Clube Defensores, um dos menores no encontro, alcançou quatro estrelas, tendo, porém, a satisfação, de vencer a prova do Diretor de Ferro, uma das mais concorridas e mais prestigiadas da competição.
III- 2009-2010: CRISE INTERNA E INTERRUPÇÃO
A empolgação de ter participado do primeiro campori de sua história motivou o clube, mas não foi suficiente para suportar as crises internas que viriam.
As atividades de rotina continuaram ao longo de 2008. Porém não tiveram sequência no ano seguinte.
O diretor Walfredo, após sucessivos desentendimentos com a liderança da Igreja, acaba se sentindo desmotivado e sem ambiente. Deixa a Direção (e o próprio Clube), e passa a frequentar outra congregação.
O ano de 2009 foi de inatividade para o Clube Defensores da Palavra, que retornaria a suas atividades somente em 2010, sob a liderança de Claudio Júnior Pereira Furtado (Diretor) e Júnior Azevedo (Diretor Associado) e Bruna Roberta (Diretora Associada). Nesse período, foram nomeados Conselheiro e Conselheira o casal Claudio Chaves e Judinete Alves.
A despeito da renovação, as dificuldades para retomar a rotina normal de atividades continuaram ao longo do ano, com poucas atividades; o que levará a Igreja a nomear novos diretores no fim de 2010 para o exercício de 2011.
IV-2011: NOVOS TEMPOS, NOVOS LÍDERES... MAIS AVENTURAS
A partir de 2011, assumem a Direção do Defensores o irmão Edeilson dos Santo Nascimento (Diretor) e sua esposa, irmã Elinete Sarraf da Trindade (Diretora Associada).
Sob a nova Direção, o Clube começa a retomar as atividades rotineiras. A primeira ação dos novos líderes foi a realização de uma Semana de Oração e Treinamento, uma vez que os novos diretores nunca haviam participado de qualquer atividade do Clube de Desbravadores. O referido treinamento contou com a participação, como instrutor, do irmão Jonas Carvalho Viana, então diretor da 11ª Região de Desbravadores da Missão Oeste do Pará (que havia sido desmembrada da ABA, formando um novo campo administrativo da IASD no Norte do Brasil).
A nova liderança envidou todo esforço para reerguer o Clube Defensores da Palavra, adquirindo material, realizando reuniões periódicas ordinárias e extraordinárias, e participando de todos os treinamentos oferecidos pelo campo local.
Ainda no ano de 2011, o Clube Defensores realiza sua primeira Admissão em Lenço (dia 11 de Novembro) incluindo os novos membros da Diretoria, e participa do I CAMPORI DA MISSÃO OESTE DO PARÁ (o segundo da história do Clube), na cidade de Medicilândia-PA.
Muitas outras aventuras sucederiam a esta. A história de desafios, aventuras, conquistas e testemunhos do Clube Defensores da Palavra estava apenas [re]começando.
V- 2011 a 2017: CAMPORIS, CAMPANHAS HUMANITÁRIAS E MUITAS CONVERSÕES
De 2011 a 2017, o Clube Defensores da Palavra participou de seis grandes camporis, incluindo o VI Campori da ABA – Jesus Minha Fortaleza (Macapá-AP/2013), II Campori da MOPA – A Marcha da Vitória (Santarém/2014) e o VIII Campori da UNB – Os Escolhidos (São Luis-MA/2016).
Os demais foram: Encontro de Regiões – Heróis em Cristo (Porto de Moz-PA/2012) e Encontro de Regiões – Mais que Valentes, Vencedores (Monte Dourado-PA/2017).
Todos os anos, o Clube Defensores realiza pelo menos dois Acampamentos de Unidade (ACAMPUNID) e a premiação interna do
Desbravador Nota Dez. Este último, com premiação para os desbravadores e líderes que se destacam, como forma de incentivo à dedicação e excelência do desbravador.
O Clube realiza também várias campanhas de caráter civil e humanitário, tanto as promovidas pela IASD quanto em parceria com outras instituições, como: Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), Prefeitura de Laranjal do Jari, Câmara de Vereadores, Ministério Público Estadual, entre outras.
Em sua breve e bem sucedida história, o Clube Defensores já auxiliou a Igreja de Prosperidade em inúmeras campanhas evangelísticas, tendo sido corresponsável direto, numa parceria com a Sociedade Jovem desta Igreja, na fundação de um novo grupo, através da edição 2018 da Missão Calebe.
Aproximadamente 40 novos membros (entre desbravadores e familiares) da IASD Prosperidade foram acrescidos com a participação direta do Clube Defensores, além de conversos de outras congregações do Distrito de Monte Dourado, uma vez que, no Clube Defensores, há desbravadores de várias Igrejas do Distrito.
Diretor: Edeilson Santos
Diretora Associada: Elinete Trindade
Diretor associado: William Calado
Tesoureira: Fernanda Freitas
Secretária:Fernanda Freitas
Capelão: