Clube de Desbravadores GUERREIROS DA PAZ
Associação Sul Espírito Santense

Os dados apresentados aqui são de responsabilidade da diretoria do clube GUERREIROS DA PAZ
GUERREIROS DA PAZ

GUERREIROS DA PAZ

Desbravadores

  • Membros 22
  • Diretoria 12
  • Total 34

Dados do clube

Fundação

12/02/1994 (25 ANOS)


Região

GUARANI


Endereço

AVENIDA PAULO ROCHA - JACARANDÁ
MARATAÍZES - ESPÍRITO SANTO
29345000


Reunião principal

DOMINGO
08:30:00


Link externo

Clique aqui para acessar

Classificação

O surgimento do clube de desbravadores na igreja adventista de jacarandá foi difícil, pois naquela época tudo era novo para a igreja e para os pais daquelas crianças. Por ser uma igreja que tinha muitas crianças e adolescentes o surgimento do clube de desbravadores era necessário pois seria uma maneira de desenvolver essas crianças nas três áreas o físico, mental e espiritual.
Em uma reunião da comissão de nomeação foi colocado a possibilidade do surgimento do clube na igreja. As pessoas que eram indicadas para formar a diretoria achava difícil e não aceitava as atividades que envolve em um clube como: ordem unida, classe agrupadas, acampamentos, passeatas, atividades comunitárias. Tudo isso era muito difícil para uma igreja nova, que tinha pouca experiência nessa área. Ainda mais tinha que vencer a timidez para ordenar unidade ao ar livre, sendo observado por curiosos, mas como era a vontade de Deus que o surgimento do clube acontecesse e através de orações o irmão Genivaldo foi escolhido para ser o diretor e ele aceitou e junto com ele Valmerir como diretor associado.
Como não se sabia muito sobre os desbravadores, Deus dirigiu pessoas que pode-se ajudar como o diretor regional Zé Maria, além de outros diretores de outros clubes. Pela graça de Deus o clube foi fundado, que possuía o nome de Clube de desbravadores Nova Aliança. Não foi fácil, mas Deus ajudou a conquistar mais de 30 desbravadores, crianças e adolescentes que nos dias de reunião se reuniam para adorar a Deus.
Aprendendo da bíblia, praticando a ordem unida, desenvolvendo as habilidades física, mental e espiritual.
Para conseguir levar as crianças para os acampamentos e as atividades externas tínhamos que conversar com os pais o qual muitos deles não pertencia a igreja. Muitos pais deixavam, porém outros não. As crianças que não podiam ir, devido a não autorização dos pais, ficavam desanimadas, mas a diretoria procurava animá-las.
Pela Graça de Deus com toda simplicidade que era o nosso clube tivemos a graça de realizar vários acampamentos em vários lugares e passeatas contra o fumo cantando: “Não bebo, não fumo, não quero morrer cedo!”, realizava as atividades comunitárias advertindo sobre a dengue, corte de cabelo, distribuição de alimentos as pessoas necessitadas, realizando programas na igreja.