Clube de Desbravadores Falcões Celestiais
Associação Central Amazonas

Os dados apresentados aqui são de responsabilidade da diretoria do clube Falcões Celestiais

Falcões Celestiais

Desbravadores

  • Membros 39
  • Diretoria 25
  • Total 64

Dados do clube

Fundação

01/02/2014 (10 ANOS)


Região

19ª R – ÁREA 6 / DBV


Endereço

RUA RAIMUNDA NONATA, S/N - CENTRO
MARAÃ - AMAZONAS
69490-000


Reunião principal

SÁBADO
15:00:00


Histórico de Classificação

Este Clube ainda não foi 5 Estrelas no SGC

Desde os anos 90 a Igreja Adventista Central de Maraã almejava a criação de um clube, após filhos de membros da igreja já terem participado do clube 'Manain' no Bairro Novo Israel em Manaus, nos anos 2000, após a formação de um clube de escoteiro leigos na cidade, reacende na igreja a vontade de pôr em prática os Desbravadores, foram anos sucessivos de muita vontade, pouco auxilio e os Desbravadores na igreja não passava de um grupo de jovens que se reunia aos sábados à noite para prática recreativa.
Até o ano de 2005 novamente o então ancião Manoel Nascimento começou a reunir jovens para o novo clube de desbravadores, até então sem nome e no mesmo formato, recreativo e na intenção de manter a juventude da igreja fortalecida.
No mesmo ano após visitas a várias igrejas e bairros de Manaus, com auxílio de Diretores dos clubes da Igreja Central, Cidade Nova, Betânia, Raiz, São Lazaro e outras, o Jovem Benedito de Oliveira Júnior, regressou a Maraã com materiais e fardas caqui usadas e já substituídas pela nova a nova versão, o Jovem solicitou a nomeação como Diretor, tendo neste ano escolhido o primeiro nome 'FALCÕES CELESTIAIS', registrado na AceAM e divulgado o que era de fato um clube de desbravadores na cidade.
Com auxílio de seu associado e sonhador pela atuação como clube, “Gerson Nascimento” realizaram grandes eventos na cidade de impacto social, desfilando em eventos físicos, atuando junto a secretaria de assistência social e auxiliando na formação da primeira banda municipal.
O clube Falcões Celestiais teve grande importância para a igreja, integrando-se as atividade da igreja chegou a ter 90 componentes e levar muitas almas a cristo. Após 4 anos de atuação como diretor o jovem afastou-se das atividades da igreja, e através de seus antigos primeiros desbravadores novos clube surgiram na cidade, sendo o clube Guerreiros da Fé, Adoradores e Águia Real.
O sonho dos FALCÕES desde os primórdios era chegar em um Campori tendo conquistado esse objetivo em 2014 no Campori a Aceam, repetindo o feito em 2019 Campori da Unob e atualmente prepara-se para 2023 o Campori “o original” da Aceam.