Clube de Desbravadores FALCÃO DOURADO
Associação Bahia Central

Os dados apresentados aqui são de responsabilidade da diretoria do clube FALCÃO DOURADO
FALCÃO DOURADO

FALCÃO DOURADO

Desbravadores

  • Membros 19
  • Diretoria 14
  • Total 33

Dados do clube

Fundação

17/04/2010 (9 ANOS)


Região

15° RDBC


Endereço

AV. JOÃO SOLDADO, Nº 257 - TRAPICHE DE BAIXO
SANTO AMARO - BAHIA
44200-000


Reunião principal

DOMINGO
14:00:00


Classificação

Histórico
Clube de Desbravadores Falcão Dourado
O clube Falcão Dourado foi fundado em 2002, por um grupo local, que sentiu o desejo de ter esse ministério em funcionamento na igreja, na cidade e na região. Um ministério que não era bem conhecido pela região, mas que tinha e tem até hoje, grande impacto na vida dos juvenis. A partir disso, foi sugerido pelo irmão Raimundo a abertura de um clube da Igreja de Santo Amaro. Juntamente com a irmã Alexsandra, Marcos Aurélio formou-se a primeira direção do clube, a qual contou com o apoio dos irmãos Ana Silveira e Anselmo.
O nome do clube foi sugerido pela diretora associada Alexsandra, que teve como justificativa dos olhos desse pássaro se assemelhar ao da águia (visão), além de voar alto levando o brilho do evangelho ao mundo (dourado).
Eram desenvolvidas diversas atividades, até então inovadoras na cidade como ciclismo, atividades em equipe, o que acabou por chamar a atenção dos juvenis da época, cotando com o número de 24 meninos e meninas.
Em 2004 o clube parou com as atividades, devido a falta de um lugar para se reunir. Houve a tentativa de reabertura do clube algumas vezes, porém sem sucesso. Contudo, em 2010, a partir da proposta e desejo do diretor associdados Júlio do Carmo, o clube retornou com suas atividades, de forma mais organizada visando primeiramente capacitar a direção e daí então abrir as inscrições para a comunidade. Foi então, que em 19 de abril de 2010, houve a primeira reunião com o coordenador regional da época Gilvan Meireles, que nos eu total apoio para reabertura do nosso clube. Neste ano, o irmão Júlio esteve na direção, juntamente com Joelmir, Emerson, Herminio, Camila, Jorge Glebson, Haidê, Alcides, Jorginho, Anaí e Anselmo. Houve a primeira admissão de lenço desses oficiais, na vigília do distrito da igreja, que era Conceição de Jacuípe.
Após essa admissão, começaram as inscrições do clube, formando quatro unidades, duas femininas (asas douradas e falcão da rainha) e duas masculinas (pés vermelhos e asas velozes).
Como primeiro clube da região de Santo Amaro, ajudamos na abertura do Clube Pássaros do Recôncavo – Saubara; do Clube Dimante Negro – Sacramento; do Clube de Aventureiros Arco-iris – Trapiche de Baixo; Clube Jovem – Trapiche de Baixo.
Participamos do nosso primeiro clubão “Faça a diferença” regional da 8ª região, área 4, em Feira de Santana, já com a direção do diretor Alcides. Ainda sob esta direção, participamos das Olímpiadas “Heroís da Fé” em Feira de Santana, na qual saímos com medalhas de ouro no concurso bíblico, concurso de música e outras medalhas nas demais atividades. Do Campori, em Serrinha; neste campori houve as primeiras investiduras na classe de líder do nosso clube (Jorge Glebson, Ana Paula, Alcides, Hermínio).
Depois o irmão Jorge Glebson assumiu a direção do clube. A partir daí participamos do primeiro clubão “Somos teus” da 15° região com o coordenador Márcio Araújo; do Campori “Guardiões da verdade”, em Paulo Afonso; do Campori “Descobridores do futuro”, na FADBA; da Iª caravana dos desbravadores de ULB, em Governador Mangabeira. Formamos nossa fanfarra, que hoje cont com aproximadamente 24 instrumentos e trabalhamos com meninos que não saão do clube, com o intuito de evangelizá-los. Hoje, estamos nos preparando para participar do V Campori Su-Americano “A melhor aventura”, em Barretos – SP.
Através desse ministério, muitos juvenis foram batizados na igreja e hoje são líderes da igreja e do clube; além de pais de desbravadores, que também entregaram sua vida a Cristo. E confirmando o depoimento da pioneira Alexsandra: “Este ministério foi e ainda hoje é, a alegria e motivação dos juvenis e jovens da nossa igreja!”.