Club de Conquistadores Leão de Judá - CD
Missão Sergipe

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del club Leão de Judá - CD
Leão de Judá - CD

Leão de Judá - CD

Conquistadores

  • Miembros 23
  • Directiva 21
  • Total 44

Datos del Club

Fundación

16/04/1994 (25 AÑOS)


Región

9ª REGIÃO - DBV


Dirección

RUA ROQUE JOSÉ DE SOUZA - CENTRO
CAMPO DO BRITO - SERGIPE
49520000


Reunión principal

DOMINGO
08:30:00


Clasificación

Desde o início da década de 90, na Igreja Adventista de Campo do Brito a ideia da formação de um clube de Desbravadores se fazia presente na mente de seus líderes, que nas comissões de nomeações sempre escolhiam um diretor para o clube que deveria ser criado. Nessa época a diretoria ficava sob o encargo de Edmilson Leandro do Nascimento ou José Newltemberg. No entanto as atividades do clube não se iniciavam.
A criação do Clube de Desbravadores Pedra Angular se deu no ano de 1994. A primeira reunião aconteceu no pátio da igreja, às 14 (quatorze) horas. A direção do clube era a seguinte: Diretor: Edmilson Leandro; Associados: Simônica Sales e José Newltemberg ; Instrutor: Gilmar dos Santos; Conselheiros: José Valdo, Lucivânia, Joseílde e Dejval.
A maior parte dos membros do clube eram membros da Igreja dentre eles estão: Luis Eduardo, Edânia Viana, Edinaldo Viana, Jonas Almeida, Isac da Lapa, Marcelo Santana, Vanusa Santana, Ademária Santana, Simária Santana, Juliana Barros, Antônio Carlos, José Adailton, Jorge Almeida, Patrícia Almeida, Moisés Almeida.
As unidades do clube tinham por nome: Jaspe, Diamante, Ônix e Esmeralda.
Neste ano foi realizado o primeiro acampamento do clube. Este aconteceu numa fazenda (Fazenda de Josafá) localizada na cidade de Campo do Brito. Dele participaram todos os Desbravadores do clube. Foi com certeza um final de semana especial para todos, principalmente para aqueles que nunca haviam acampado.
No ano de 1996 a comissão elegeu José Newltemberg para a Diretoria do Clube, tendo como Vice Edimilson Leandro e Simônica Sales.
Satanás não poderia deixar de atuar a fim de não fazer prosperar tal projeto, foi por isso que logo o número de membros do clube diminuiu consideravelmente. As atividades tiveram que passar a ser desenvolvidas em oficinas aos poucos e ainda em idade de aventureiros aspirantes que permaneceram no clube e que logo demonstraram que mesmo com pouca idade tinham muito potencial para serem usados por Deus para levar avante a Sua Obra por meio do clube naquela cidade.
Um desses juvenis foi Adailton que logo demonstrou responsabilidade e compromisso com o clube sendo escolhido o primeiro capitão do Clube de Desbravadores Pedra Angular.
Mais um acampamento foi realizado, desta vez apenas com os futuros líderes de unidade do clube: José Adailton, Edânia Viana , Luís Eduardo e Moacir que seria o novo instrutor do clube. Estavam presentes também, é claro, os Diretores.
Em 1997 ocorreu a primeira investidura do Clube Pedra Angular, realizou-se no dia 13 de Setembro, no horário do culto divino. Investiram-se os desbravadores José Adailton, Jonas Almeida, Edânia Viana, Luis Eduardo, Juliana Barros, Amanda Letícia e Edinaldo Viana e Ireno Jr.e Paulo André. Foram investidos em lenço, na classe de Amigo e na especialidade de cães. Surgiam assim os primeiros Desbravadores no sentido técnico do termo do clube Pedra Angular. Neste mesmo dia realizou-se à tarde o batismo da primavera e mais uma vez o Clube mostrou seus frutos. Foram batizados naquela tarde para honras e Glórias ao nosso Deus, os Desbravadores Edinaldo Viana, Luis Eduardo e Ireno Jr.. Foi um dia inesquecível para todos aqueles que presenciaram.
Mais uma vez o clube deixou de funcionar por oficinas e ressurgiram as unidades que agora tinham por nome Guerreiros de Judá e Esquadrão da Paz, tais unidades eram mistas frente ao reduzido número de mulheres no clube.
No ano de 1999, ainda sob a direção de José Newltemberg, o clube mudou de nome, foi aprovada a mudança para o nome “Leão de Judá”. As unidades passaram a se chamar Tigres e Panteras.
Porém nessa época o clube começou mais uma vez a crescer. Alguns novos Desbravadores chegaram, dentre eles José Roque que passou a se envolver e se destacar muito e logo assumiu o cargo de capitão de unidade. Para felicidade de todos e principalmente de nosso Deus, Roque foi batizado naquele ano.
A liderança do clube foi se organizando, e agora aqueles juvenis eram a liderança do clube. A diretora Associada Simônica Sales necessitou sair do clube e ante a ausência da figura feminina para liderar as garotas o Diretor Berg começou a trabalhar em Edânia que logo tornou-se secretária do Clube acumulando tal função com a de Conselheira da Unidade Feminina.
O Clube de Desbravadores Leão de Judá foi sendo reconhecido por sua qualidade. E foi nessa época, entre os anos se 1998 e 1999 que o clube teve seu primeiro contato com outro clube. Foi com o clube de Tobias Barreto. Laços de Amizade se formaram e como fazíamos parte da mesma região sob coordenação do nosso Diretor Berg, as atividades conjuntas só aumentavam, cursos, acampamentos e programações nas igrejas.
Investiduras, acampamentos e programações se realizavam. A garotada ia crescendo e a base do clube ia se firmando. A partir daí o clube só cresceu. Formaram-se mais duas unidades: Leopardos e Onças.
As competições internas eram empolgantes. O clube cresceu a tal ponto que no ano de 2000 as reuniões deixaram de ser realizadas no pátio da igreja. Agora utilizávamos o pátio do Colégio Estadual Francisco Paixão. Pela primeira vez o número de Desbravadores que não eram Adventistas superou os batizados. Um novo uniforme “B” foi idealizado. O Clube tinha suas reuniões realizadas no Domingo pela manhã, onde era feita a Classe Bíblica. Neste ano foi realizado o maior acampamento do clube, foi na fazenda Cafuz.
Logo surgiu o sonho com o Campori, sonho esse que brilhava aos olhos de todos já que o clube não havia participado de nenhum. Porém tal sonho não foi realizado e se tornou na maior decepção que o clube teve que amargurar até hoje.
Muitos Desbravadores deixaram o clube, dentre eles o próprio Diretor Berg e muitos que faziam parte da Liderança. O inimigo não iria ficar parado mesmo, principalmente em um clube com tal potencial.
Em 2001 Edmilson reassume direção do Clube, auxiliado por Edânia Viana e Jonas Almeida. Porém não pôde dar prosseguimento já que também era Coordenador Regional pois eram cargos inacumuláveis.
Nos anos seguintes ( 2002 e 2003) assumiram respectivamente a direção: Edânia Viana e Sérgio Farias. O último sendo ancião da Igreja auxiliou o clube e muito durante a sua direção.
Em 2004 o Diretor do clube foi Luís Eduardo auxiliado por Aparecido Barros e Amanda Letícia. Durante esse ano os novos Desbravadores puderam desenvolver as classes progressivas e algumas especialidades. Como resultado de tal trabalho foi realizada uma das mais emocionantes investiduras de Desbravadores que a Igreja Adventista de Campo do Brito presenciou. Alguns Batismos foram realizados.
Até que desde 2005 até 2007 vem dirigindo o Clube, Aparecido Vieira Barros auxiliado por Antonio Marcos e Cleusa Vieira. As vitórias têm sido muitas. No ano de 2006 pela primeira vez o clube participou de um desfile cívico referente à independência do Brasil e desde então se tornou bem mais conhecido municipalmente e é parte integrante dos desfiles cívicos daquela cidade.
De Investiduras e muitas outras programações e participações em eventos da Missão Sergipe Alagoas o Clube Leão de Judá tem participado. E pela Graça de Deus continuará a participar e crescer para honras e glórias ao seu criador: “O LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ”.