Club de Conquistadores Amigos da Natureza - CD
Missão Sergipe

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del club Amigos da Natureza - CD
Amigos da Natureza - CD

Amigos da Natureza - CD

Conquistadores

  • Miembros 59
  • Directiva 31
  • Total 90

Datos del Club

Fundación

11/10/1981 (38 AÑOS)


Región

2ª REGIÃO - DBV


Dirección

RUA DISTRITO FEDERAL, Nº 606 - SIQUEIRA CAMPOS
ARACAJU - SERGIPE
49075-190


Reunión principal

DOMINGO
08:45:00


Link externo

Clic aquí para accesar

Clasificación

CLUBE DE DESBRAVADORES "AMIGOS DA NATUREZA"

DESVENDANDO A NOSSA HISTÓRIA

A história começa nos anos 80 com a divisão do Clube de Desbravadores "Atalino Cerqueira", ora da igreja central de Aracaju. A divisão foi necessária por conta da grande quantidade de membros do clube, eram 10 unidades, quase que completas e o Clube tinha cerca de 100 pessoas. Muitos membros faziam parte das igrejas se localizavam nos bairros: Siqueira Campos e Centro, no entanto, uma boa parte desses membros morava nos bairros periféricos como: Santos Dumont, Jardim Centenário, 18 do Forte, entre outros. Por inspiração divina a igreja viu a necessidade de dividir para multiplicar, devido ao bom número dos membros que poderiam
compor. O último evento realizado com o "Clube de Desbravadores Atalino Cerqueira" antes da divisão foi um acampamento realizado em Lagarto no ano de 1980. Foi o maior acampamento já realizado na história de um clube em Sergipe em se tratando da quantidade de membros. Nesse período o Clube se reunia no Colégio Estadual Presidente Costa e Silva, na avenida Rio de Janeiro, no bairro Siqueira Campos, pois na igreja Central havia pouco espaço para garantir uma boa reunião. Mesmo com a separação, os dois clubes ainda continuaram se reunindo no mesmo local, dessa vez, cada um com seu programa e com seu pessoal. Com a proposta de um novo clube, muitos membros resolveram dar apoio e se prontificaram a colaborar para que tudo pudesse ocorrer da melhor maneira possível. Optaram por formar o novo clube muitas pessoas dentre elas citamos: Edja Rita de Queiroz, Elísio Aurélio Sampaio de Jesus, Laércio Silva Cardoso, Sóstenes Alves Amarante, e Antônio Fernando. Todos esses, ocupariam cargos na diretória.
Com o passar dos meses, já no ano de 1981, os membros do Clube da Igreja do Siqueira Campos, apoiado pelo primeiro ancião, o irmão Henrique, prepararam uma sala especial para o Clube num local da escola, onde se tornou a sede oficial. A sede foi montada e estruturada pelos próprios membros do clube e a igreja contribuiu muito para garantir que tudo desse certo. No clube da igreja Central ficou a outra parte dos membros liderados pelo jovem Josué de Jesus. Já com a diretória montada e com a sede estruturada, foi escolhida a primeira direção do Clube do S. Campos, formado pelos seguintes cargos e membros respectivamente: Diretora Geral-Edja Rita de Queiroz, Diretor Associado Sóstenes Alves Amarante e Diretora Associada Edilene Carvalho. O Clube recebeu o nome de "Gildo Amarante", em homenagem a esse homem, que foi um grande colaborador da Igreja. E em 11 de outubro de 1981 nasce oficialmente o Clube de Desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Siqueira Campos. O clube foi dividido em unidades que foram nomeadas da seguinte maneira: "Gaviões e "Falcões"(masculinas) e "Estrela D'Alva"(feminina).
Nesse mesmo ano foi realizado em Aracaju na Praça Tobias Barreto 1º Encontro de Desbravadores de Sergipe, idealizado e organizado por Elísio Aurélio, com a participação dos Clubes Atalino Cerqueira e Gildo Amarante. Foi um evento marcante, onde os desbravadores tiveram a oportunidade de atrair centenas de pessoas para participar de diversas oficinas ali montadas, com o intento de levar bem-estar a população de Aracaju. Teve muita diversão, merenda, entrega de brindes, oficina de saúde, primeiros socorros e entrega de folhetos denominacionais.
Em 1982 a direção foi modifica logo no início do ano: como diretora geral Edja e associados Antônio Fernando e Edilene. Nesse mesmo ano foi introduzido no clube a UBN (Unidade Básica de Normas) por Elísio Sampaio, surtindo um grande efeito em nosso clube e foi copiada em todos os clubes de Sergipe, em toda a Bahia e depois se espalhou por toda a região Nordeste. A UBN é a uma unidade cujo objetivo é oferecer um preparo especial para os desbravadores recém inscritos no clube. Após esse preparo, os desbravadores são inseridos em suas unidades respectivamente e participam da Investidura de Admissão ou de Lenço como é denominada nos dias atuais.
Ainda em 1982, o Clube de Desbravadores "Gildo Amarante" participou do 2o Encontro de Desbravadores de Sergipe na mesma Praça Tobias Barreto. Onde foram doados vários alimentos e roupas para pessoas carentes que ali compareceram. Nesse mesmo ano, a sede foi reestruturada e muitos equipamentos de camping foram adquiridos através de campanhas realizados pela direção e pelos conselheiros junto a órgãos governamentais, tais como: 0 Exército Brasileiro e a Polícia Militar. Foram doados diversos bornais, lanternas, cordas, etc. Em se tratando de programas espirituais foram realizados diversos programas na igreja do Siqueira Campos, onde se destacava a "Voz dos Juvenis", programa do qual os próprios juvenis do clube faziam as pregações nos cultos da semana de oração. O acampamento do clube foi realizado na Fazenda Escurial na cidade de Itaporanga, estado de Sergipe.
Em 1983, Edja Rita de Queiroz foi assessorada pelos associados: Elísio Sampaio e Edilene Carvalho. Nesse ano foram realizadas diversas atividades, inclusive um bom acampamento na Serra de Itabaiana, com direito a subida ao cume da Serra. Diversas excursões foram realizadas e a "Voz dos Juvenis" foi mais uma vez a grande atração do ano na igreja. Os desbravadores saíam pelo bairro distribuindo o convite para que a comunidade assistisse aos programas à noite. Em 1984, a diretora Edja se manteve no cargo, dessa vez assessorada por Ana Vieira Santos e Elísio Sampaio, mas em outubro desse mesmo ano a direção foi modificada e assumiram: Elísio Sampaio-Diretor Geral e Associados - Israel e Lucimar. Dentre as atividades realizadas, uma das que mais marcou foi o acampamento realizado na Fazenda Pitanga junto com o Clube "Dr. Manoel Leal" da cidade de São Cristóvão. Ainda nesse ano, o clube participou do 1º Campori da Missão Nordeste no Batalhão de Polícia militar em Casa Amarela, bairro do Recife em Pernambuco, nos dias 6-8 de julho de 1984.0 clube teve um destaque especial, sagrou-se campeão do evento, atingindo a maior pontuação dentre os clubes que ali participaram clubes de diversos estados do Nordeste: RN, PB, PE, AL e SE. O clube recebeu diversos elogios, principalmente do Líder Geral da Missão Nordeste, o então pastor Jorge Sória. O clube voltou com uma moral muito elevada, levando em consideração que os outros clubes tinham maior quantidade de membros e eram bem mais preparados do que o nosso, mas não obtiveram o sucesso. Participamos de três desfiles cívicos. No 7 de Setembro o clube desfilou pela manhã na Avenida Barão de Maruim, em seguida viajou para desfilar na cidade de Lagarto em Sergipe. Uma semana após participamos de outro desfile cívico na cidade de São Cristóvão em Sergipe. Nesse ano também foi realizado em Aracaju a grande campanha evangelística da ABBI que culminou com o "Grande Batismo" na piscina do Estádio Lourival Batista, onde foram batizadas mais de mil pessoas num único dia. Dentre os batizados, destacamos o instrutor Anilton Lourenço da Cruz, que se tornou posteriormente um dos mais renomados líderes de desbravadores de Sergipe. Outra grande realização foi a formação do Clube de Desbravadores do Augusto Franco, do qual a maior da diretória saiu da diretória do Gildo Amarante. Entre os novos líderes do Clube do Augusto Franco destacamos: Jurandir Matos, José Matos, Dimiário, Wagner Matos, Maria Brito, Gina Silva e Isabel Silva. Nesse mesmo ano perdemos um membro importante para a Associação Bahia, o conselheiro Antônio Fernando. O clube ainda nesse mesmo ano ganhou um grande conselheiro que fez história em nosso clube, o recém-chegado João Maria Rodrigues Caídas, que através da sua amizade e criatividade, conseguiu fazer com que sua unidade se tornasse um modelo a ser seguido. O conselheiro João Maria criou um conjunto musical dentro de sua unidade, formou pregadores para a igreja e um bom time de futebol no clube. Realizou diversas Escolas Sabatinas nas igrejas de Sergipe, estimulou cada vez
mais a realização de acampamentos de unidade e intensificou junto com a sua unidade a realização de programas J.A, que preferimos denominar " culto jovem". Seu jeito alegre e jovial conquistou o coração dos membros da unidade os Gaviões e deixou muitas saudades. Nesse período, a unidade os Gaviões era formada pelos seguintes membros: Joeli Sampaio, Elmir José de Queiroz, Ismael Fonseca, Adailson Cruz, Jolival Guedes, Marcelo, Cássio, Josemilson Tavares, Walfran e Jairo. Esse último foi um dos fundadores do clube " Portadores de Luz" da igreja do Ponto Novo.
O ano de 1985 foi importantíssimo para o clube, porque foi o ano em que o clube mudou de nome. A ideia para que o nome do clube fosse mudado partiu de uma resolução da Divisão Sul americana que determinou que nenhum clube poderia utilizar nomes de pessoas. Então, após o acampamento anual na serra de Itabaiana, foi feita a indicação do nome "Amigos da Natureza", e no dia 01 de janeiro de 1985 foi aprovado pela diretória o novo nome do clube que permanece até hoje. A direção foi formada Elísio Aurélio de Jesus como Diretor Geral, Laércio Silva Cardoso e Edja Rita de Queiroz como diretores associados. Nesse ano, o número de desbravadores aumentou e foi necessário abrir novas unidades para adequar-se a essa situação. Surgiram então as seguintes unidades: Condores, liderada pelo conselheiro Eraldo e os Tigres liderada pelo conselheiro Eduardo Corrêa. O clube teve uma participação muito importante no 1º Campori do Estado de Sergipe realizado na Universidade Federal de Sergipe. 1986 foi um ano muito próspero também. O clube permaneceu sob a batuta da mesma direção; Elísio, Edja e Laércio. E nesse ano mais duas unidades foram criadas no clube: A unidades dos lobinhos liderada pelo conselheiro Sóstenes Alves Amarante e a unidade arco-íris, liderada pela conselheira Jaqueline. Foi realizado um acampamento na praia da costa, Barra dos Coqueiros SE, um dos acampamentos mais maravilhosos e espirituais que o clube já realizou, com muitas atividades ao ar livre. Foi um ano em que o clube lançou o sistema de pontos para as unidades e os conselheiros com a finalidade de avaliar o desenvolvimento das atividades do clube e a atuação dos conselheiros junto as suas unidades. Nesse ano foram premiados os melhores desbravadores e conselheiros do ano. Foram premiados Anilton Cruz como melhor conselheiro e Rosângela Teles de Menezes, como melhor conselheira de 1986. Ambos receberam das mãos da direção as placas correspondentes as premiações e os elogios de todos. Nesse dia foram convidados alguns clubes para estarem presentes e o pastor do distrito também prestou sua homenagem ao clube. No final de 1986 Anilton Cruz assume a direção geral do clube, especificamente no mês de novembro com a saída de Elísio Sampaio.
Em 1987, a direção foi composta por Laércio Silva Cardoso- Diretor Geral e teve como associados Rosangela Cruz e Anilton Cruz. Esse foi um ano de grandes mudanças na diretória. Desbravadores que completaram a idade assumiram definitivamente os cargos no clube. O acampamento desse ano foi realizado numa fazenda próximo à barragem no município de Lagarto/SE.
Em 1988, Anilton Cruz assumiu definitivamente a direção geral do clube assessorado por Aldemar Prado e Rosangela Teles de Menezes Cruz. O diretor Anilton lançou um modelo de programa anual que englobava as atividades dos cartões das classes dos Desbravadores de forma eficaz, servindo de modelo para os clubes da Missão Sergipe Alagoas. Foi o ano em que o Clube se preparou para participar do Campori da União Este Brasileira em Guarapari-ES. O acampamento desse ano foi em Capela no sitio da irmã do Sr. Nivaldo. Em 1989, a direção foi composta por Geane de Jesus- Diretora Geral e os Associados Adailson Cruz e Edma Queiroz. Dentre as atividades mais importantes que o clube realizou e participou, a que mais marcou foi o Campori da União Este Brasileira na cidade de Guarapari-Es. Estavam presentes clubes dos estados de: SE, BA, MG, ES e RJ. O clube obteve o nível de classificação mais alto, sendo um clube de destaque entre muitos dos que estavam lá. Em 1990, a direção ficou sob o comando de Edma Queiroz Diretora Geral, auxiliada por Adailson Cruz e Aldemar Prado.
Em 1991, Adailson Cruz assumiu a direção do clube, tendo como associados: Marcos Roberto e Ivete Alexandre. O clube participou do congresso olímpico dos desbravadores realizado na escola técnica federal de Sergipe, alcançando grandes resultados. Campeão em ordem unida, futsal, voleibol feminino e em algumas modalidades de atletismo. O clube passou por uma reforma administrativa e foi criado nesse ano o sistema de pecúlio geral do clube. Uma forma organizada que a diretória criou para obter informações de todos os dados relevantes sobre a família dos desbravadores, proporcionando uma melhor relação entre estes e a diretória. Foi o ano em que o clube retornou o sistema de pontos onde conselheiros e desbravadores foram avaliados pela atuação no clube. Também foi o ano em que conseguiu uniformizar mais rápido os desbravadores. No mês de abril, em comemoração ao dia mundial dos desbravadores, todos os membros já estavam uniformizados. O clube tinha um efetivo de 82 membros, sendo 18 na diretória e 64 desbravadores. O acampamento desse ano foi realizado na fazenda Cafuz. Nesse ano muitos desbravadores alcançaram a idade máxima para permanecerem nas unidades e foram nomeados pela comissão diretiva para assumirem cargos na diretória do clube. Dentre eles destacamos os seguintes membros: Valdson Silva de Jesus, Elevi Alves Rodrigues, Edvaldo (o fera), Nilmara Santana, Suely Fontes, dentre outros.
Em 1992 não temos nada registrado, mas o clube continuou funcionando.
De 1993 a 1994 assumiu a direção geral do clube Anilton Cruz auxiliando-o Rosangela Cruz. Em 1994 o clube participou do 2o Campori da Missão Sergipe-Alagoas na cidade de Maceió. De 1935 a 1997 assumiu o clube na direção geral Messias Valença tendo como associados Anilton Cruz e Claudia Patrícia. De 1998 a 2000 Messias Valença permaneceu na direção geral tendo com associados Everton Ribeiro e Claudia Patrícia. 2001 assume como diretor Geral Anilton Cruz. Neste ano aconteceu o 3º Campori da Missão Sergipe-Alagoas onde o clube por motivos internos não pôde participar.
Em 2002 assume a direção geral Everton Ribeiro tendo como associada Lilian Alves. Nesse ano o clube teve um grande desafio: levar o clube para o congresso olímpico da 4a Região de Lagarto. O evento aconteceu em outubro na cidade de Boquim. O Clube estava com poucos jovens na diretória, pois os jovens da igreja estavam desanimados para trabalharem no clube. Com muita luta conseguiram levar o clube para participar com satisfação do congresso Olímpico em Boquim, pois Deus estava amparando estes jovens e juvenis.
2003 a 2004 Volta à direção Messias Valença.
2005 assume a direção geral Anilton Cruz.
De 2006 a junho de 2007 Messias Valença foi diretor Geral e, por motivos maiores, teve que se ausentar da direção do clube.
De julho de 2007 a 2008 assume a direção geral do clube Maribel Lopes Bento, assessorada por Amanda Ribeiro e Jose Carlos. O clube nesse período proporcionava várias atividades recreativas: excursão a Salvador, confraternização na praia do Abais e acampamento em Lagoa
Funda, na cidade de Parambu. Em agosto de 2008 aconteceu o 1º acampamento das unidades femininas liderado pela diretora associada Amanda e pela conselheira Iracely com o tema "Minha Juventude com Jesus" realizado na cidade de Areia Branca, sendo um inesquecível encontro com o Mestre. Neste ano foi realizado também o 2o acampamento masculino na cidade de Aracaju, numa chácara no bairro Mosqueiro encabeçado pelo diretor associado José Carlos. Em outubro o clube participou da Ia Olimpíada da 2a região que aconteceu em duas Etapas: uma no SESI e outra no Estádio Lourival Baptista (Batistão) consagrando-se campeão geral das olimpíadas.