Club de Conquistadores Sete D
Associação Sul Paranaense

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del club Sete D
Sete D

Sete D

Conquistadores

  • Miembros 24
  • Directiva 12
  • Total 36

Datos del Club

Fundación

01/07/2007 (12 AÑOS)


Región

REGIÃO 11 - DBV


Dirección

RUA ODIR GOMES DA ROCHA 738 - TATUQUARA
CURITIBA - PARANÁ
81470400


Reunión principal

DOMINGO
09:00:00


Clasificación

Histórico Clube de Desbravadores 7D
No ano de 1998, Gumercindo Vital percebeu a necessidade que sua igreja tinha de ter um clube de desbravadores, pensando nisso ele convidou o irmão Márcio Renato para ajudá-lo a fundar um clube em sua igreja, na época a Igreja do Jardim da Ordem, localizada no bairro Tatuquara.
Começaram então as atividades do clube com cerca de 15 adolescentes e juvenis que faziam parte da igreja naquela época, dentre eles podemos citar a Denise Magareffo, Wania Vital, Wanessa Vital, Tatiane Perin, David Santos, entre outros. No início o nome do clube era Jardim do Éden. O clube participou de um acampamento pela primeira vez no ano de 2000, no município de Almirante Tamandaré junto com a 9ª região, a qual pertencia, o tema do Campuni foi “Nos braços de Jesus”.
Em 2001 o clube saía para seu segundo acampamento, um Campuni integrado das 8º e 9º região, agora em São José dos Pinhais com o tema “A esperança é Jesus”. Ao término deste ano o clube foi desativado.
No ano de 2002 o clube permaneceu sem funcionamento, em novembro deste ano a igreja do Jardim da Ordem recebeu uma família nova, que por sinal tinha duas crianças em idade de desbravadores, entre eles um menino apaixonado por clube que quando se deparou com uma igreja sem clube, começou com muita insistência a seus pais para que assumissem as atividades do clube, afinal era importante não só pra ele, mas para a igreja, de imediato os pais Marcos e Renata relutaram.
No ano de 2003 chegou uma nova família, que por sinal também tinha um menino maluco por clube, e adivinha de onde está família veio? Se você pensou deve ter acertado, da mesma cidade da família do Marcos, e assim agora era mais um insistindo por um clube, enfim Marcos e Renata aceitaram o desafio e lutaram por reerguer o clube e eles tiveram um apoio que foi crucial, você lembra da Denise? Pois é, agora ela estava ajudando na direção do clube de desbravadores. Neste ano Renata Oliveira foi a diretora, tendo como seus associados Marcos Oliveira e Denise Magareffo e o David era instrutor de ordem unida.
Em maio de 2003 o clube Jardim do Éden participou do II Campori da 9º região que aconteceu no CTG de Fazenda Rio Grande, um clube sem nada, sem barracas, sem portal, sem placa, com pouca instrução ainda, mas podemos dizer que o que não faltava era entusiasmo na liderança e muito mais nas crianças que participavam do clube, e por isso ficaram em segundo lugar na classificação geral do Campori, quem diria, não é??? Foi uma vitória e tanto, os desbravadores vibraram, foi incrível!
Porem algo inesperado aconteceu neste acampamento, algum irmão ouviu demais e saiu falando na igreja que o clube estava passando fome no acampamento. Vê se pode! E no sábado à tarde chega um carro abre o porta malas e traz comida pra um batalhão, foi motivo pra muita alegria e diversão, porque ninguém estava passando fome, mas enfim foi divertido.
Em novembro de 2003 o clube participou do IX Campori da ASP em Castro, com tema “Heróis no Serviço”. O acampamento teve alguns momentos marcantes. Um deles era que seria o primeiro Campori a nível de associação do clube, chegamos com um portal que era nada mais que uma porta de banco, isso era muito ta? Uma das histórias que marcaram este acampamento foi às famosas “lágrimas de crocodilo do Patrick”, chorou, chorou e chorou porque acreditava não ter levado o uniforme, até que depois de tanto chorar resolveu procurar no fundo da mala e adivinha o que ele encontrou? O UNIFORME. Enfim depois de tanto choro, encontro o bendito ali no fundo da mala. Alguns desmaios também fizeram história, o Jonathan Lima despencou na hora da oração, também pudera uma abertura embaixo daquela lona de circo em plena duas horas da tarde, foi pra derrubar até elefante. O “tio William” também apareceu branco como fantasma numa cadeira, estava ele lá quase desmaiando. Enfim depois de tantos acontecimentos o Campori foi sensacional para o clube.
No ano de 2004 Marcos Oliveira assumiu a diretoria, na realidade aconteceu uma troca Marcos diretor, Renata e Denise foram as associadas, e David continua como instrutor.
No ano de 2005 o clube foi acampar na chácara Nova Vida, situada em Mandirituba, acampou junto com os clubes Coré E Tuba e Rocha Eterna, foi um acampamento muito divertido, novas amizades, muitas brincadeiras, sorrisos, elogios, histórias pra sentar e contar...
Em 2006 chega alguém diferente disposto a lutar e continuar o trabalho com excelência, recebemos um novo diretor o Luiz Roio! A igreja foi fechada! Infelizmente não era profecia se cumprindo, mas foi por uma boa causa, começou a série de evangelismo no mês de setembro com o pastor Cidral e vários teologandos. A igreja permaneceu fechada enquanto acontecia a série, o clube funcionou assim meio lá meio cá, mas não parou. Na época do Campori no mês de novembro, as pessoas já sabiam que era um evangelismo da igreja Adventista e o clube estava funcionando na tenda e 180 crianças matriculadas no clube, isso era incrível, porque fomos visitar o campori e quando chegamos lá em quatro ônibus, tenho certeza que naquele sábado o campori parou pra ver o Jardim do Éden chegar, era desbravador que não acabava mais, a visita foi divertida e depois soubemos por fontes do campori que o pastor até falou da gente no sermão da noite! É, infelizmente depois daquele fogo que foi aceso na tenda, muitas pessoas foram se apagando e o clube diminuiu bastante, mas ainda sim estávamos felizes porque o clube estava a todo vapor. Já no ano de 2007 com as atividades a todo gás uma coisa inédita, um acampamento de sobrevivência, para os novos era aquele mix de medo e diversão, para os veteranos eram mais 4 dias de ralação, muita ralação. Fomos lá para a chácara do seu Gervã, e lá não pensem vocês que era fácil não, podemos dizer que a melhor parte era dormimos em barraca, porque cozinhar todas as suas refeições em fogueira, proteger sua área de vacas, cabritos, ovelhas, galinhas e outros bichinhos, tomar banho gelado, pegar água do poço, usar privada, não era fácil não, mas é claro como ótimos desbravadores todos sobreviveram.
No ano de 2008 participamos pela primeira vez de um concurso de ordem unida e nesta época o clube fazia parte da 10º região, onde os maiores destaques eram o Sol das Araucárias, Sentinelas do Vale, Falcão Negro, Antares, Caratuva, pense na região, era essa! Chegamos lá e arrebentamos com nossa ordem unida que para um iniciante deu show ficamos na 7° colocação geral, mas o destaque foi nas categorias individuais onde um conselheiro do clube o Patrick conseguiu uma classificação para a final que aconteceria no campori em nível estadual, mais um dos feitos inéditos do trabalho de união de um clube. Fomos para o campori Paraná Total que aconteceu em Ponta Grossa, nos divertimos bastante, infelizmente no campori o Patrick não conseguiu ficar entre os melhores, mas o clube se mostrou mais uma vez eficiente no desenvolvimento das habilidades das classes com seus desbravadores, o clube venceu a prova mais importante porque era a prova que tratava do cumprimento das classes, nos destacamos, e vieram medalhas pra 12 de nossos desbravadores nesta prova. O mais incrível era que estávamos indo para o ônibus quando ouvimos o nome do nosso clube e saímos correndo, gritando e pulando de alegria e no ônibus depois foi pura alegria.
No início de 2009 o Luiz resolveu que precisava nos fazer sentir saudade e foi embora com sua esposa e sua filhinha para o Paraguai, ele tinha dupla nacionalidade gente, só isso! Então o Flávio Dias assumiu a direção do clube, contou com o apoio de muitos neste ano, podemos lembrar alguns, Lorival, Moisés, Ivone, Luciane, Eliane, Denise, Daniele e outros. Participaram do campori “Vencendo Desafios”, no parque da ciência em Quarto Barras. Depois de alguns altos e baixos resolveram inovar toda a diretoria do clube, e em 2010, Ronaldo Oliveira assumiu como diretor, Patrick retornou para o clube Jardim do Éden e o clube foi vivendo a base de esperança por uns 2 meses, mas enfim engrenou. Agora contávamos com o apoio do irmão Afonso Duwe, um homem que tem um amplo conhecimento quando se fala em desbravadores.
No mês de julho de 2010, foi votado em comissão a alteração do nome do clube, desde 2007 uma nova igreja a Igreja do Tatuquara, um novo layout, e Jardim do Éden todos achavam um pouco criancinha, mas foi bom, dentro de tantas ideias surgiu 7D, mas o que é isso? Era nada mais que um código, uma mensagem secreta que nada mais é que “Perfeição de Deus”, com um simples legado, “buscar a perfeição que vem de Deus para salvar o perdido”, um novo nome e as unidades entraram no ritmo e pro Campuni já estávamos de cara nova e um clube diferente, vibrava com cada passo, foi só diversão. O Campuni integrado 2ª, 3ª, 6ª e 9ª trouxe muitas medalhas em ordem unida para as unidades masculinas. Destaque em crachás para as meninas; destaque de cozinha e sempre com muita alegria.
Ainda em 2010 participamos do concurso de ordem unida e na fase regional estávamos participando entre 6ª e 9ª região e nós conseguimos nos classificar em primeiro lugar das duas regiões para a final e ainda foram classificados para a fase final individual o Gabriel Magareffo e o Mateus Vieira. Na fase final nosso desempenho não foi tão bom, era muita pressão para um clube que a pouco estava passando a ser conhecido como o “roxinho de manga branca”, mas ficamos em quinto lugar na pontuação da ASP, porém como conseguimos 5 estrelas e a pontuação não é por pontos e sim por estrelas podemos dizer que ganhamos nosso primeiro título e infelizmente o Mateus e o Gabriel também não estiveram entre os medalhistas mas alcançaram quase seguindo na quarta e sexta colocação.
No ano de 2011, Denise Magareffo assumiu como nova diretora e continuamos trilhando a nossa jornada. Participamos de um acampamento de instrução junto com o clube Ebenézer, na chácara da COHAB, o Felipe Batista e o Patrick fizeram um labirinto e foi um sucesso, até os diretores rodaram neste dia, o coitado do Patrick precisou construir um abrigo de folhas, só artigos naturais pra dormir, ele estava lutando pra ser líder né! Participamos do Campuni e o clube se encontrou mais uma vez “Nos braços de Cristo”, sem medalhas desta vez, mas muitas diversões com um desfalque de quase todos os conselheiros meninos conseguiram fazer um excelente trabalho. Participamos do concurso de ordem unida e desta vez o quarto lugar na fase regional nos deixou fora da fase final, mas às vezes isso acontece.
Realizamos o primeiro congresso de desbravadores do distrito do Tatuquara, participaram junto conosco os clubes Rocha Eterna e Ebenézer do nosso distrito e o clube Águias do Vale da Igreja do Vale do Sol, o convidado especial foi o Pastor Luis Fernando e sua família, que trouxeram histórias bem interessantes da época em que estavam trabalhando no Acre, durante a tarde de final de semana fizemos uma passeata contra a violência infantil e a banda do Sol das Araucárias participou da passeata. No final da semana de colheita, além dos presentes que foram os batismos de alguns desbravadores a Fábylla e o Fellype, o clube 7D também teve a primeira investidura de líder, onde o jovem Patrick foi investido pelo pastor Marlinton Lopes e pelo Pastor Paulo Reis.
No campori o clube chegou mais uma vez a Castro, construímos um belo portal, preparamos nossa área de acampamento, deixamos tudo pronto. Brincamos, pulamos, choramos, nos divertimos, sorrimos, comemos e comemos muito bem, por sinal foi o melhor cardápio de todos os tempos, e as cozinheiras mandaram muito bem. No fim do campori saímos com muitas medalhas em várias provas e também com muitos destaques, com a feira de especialidades onde o clube apresentou a especialidade de modelagem e fabricação de sabão que fez um sucesso com uma pequena réplica de principais pontos históricos do centro de Curitiba, junto com as curiosidades e mais, também destaque em móveis em pioneiria. Retornamos do campori, realizamos um culto de ação de graças com entrega de premiações do ano e muito louvo e gratidão a Deus.
Desde o ano de 2012 o clube 7D tem como diretora Patrícia Natali e continua lutando e caminhando sempre com um objetivo que é “SALVAR DO PECADO E GUIAR NO SERVIÇO” e desfrutando das mais grandiosas bênçãos de Deus e passando adiante o legado de “buscar a perfeição que vem de Deus para salvar o perdido”!
Em 2018 assumi o clube um novo Diretor Walter Felipe, vindo de São Paulo com muitas ideias novas, tem levado o clube a diante. Neste ano fizemos muitos esforços para levar o clube ao Campori da Divisão, porem devido aos altos custos, tivemos que recuar e não participamos.
Já em 2019, o clube com uma diretoria toda nova, continua Felipe como diretor, porem novos associados, antigos desbravadores que com o tempo se afastaram do clube, hoje estão de volta, entre eles Evandro Gomes, Gabriel Magareffo, Samyo Santos e Denise Magareffo. Continuamos com o mesmo objetivo Salvar do Pecado e Guiar no Serviço.

Data de fundação: 01 de fevereiro de 1998
Diretor Gumercindo Vital, Dir. Associado Márcio Renato, Pastor Eduardo Provost
Histórico de Diretores:
1998 à 2001 – Gumercindo Vital e Márcio Renato
2003 – Renata Oliveira, Marcos Oliveira, e Denise Magareffo.
2004 à 2005 – Marcos Oliveira, Renata Oliveira e Denise Magareffo
2006 à 2008 – Luiz Rodrigues, Marcos Oliveira, Denise Magareffo, Renata Oliveira
2009 – Flávio Dias, Daniele Dias, Lorival Vieira.
2010 – Ronaldo Oliveira, Patrick Oliveira e Rosenilda Amorim
2011 – Denise Magareffo, Patrick Oliveira e Rosenilda Amorim
2012 – Patrick Oliveira, Denise Magareffo, Patrícia Oliveira, João Victor e Milka Lopes
2013 – Patrick Natan, Marlene Oliveira, David Cassiano , Milka Lopes
2014 – Patrícia Natali, João Victor, Milka Lopes
2015 – Patrícia Natali, João Victor, Milka Lopes
2016 – Patrícia Natali, Jonathan Henrique, Milka Lopes
2017 - Patrícia Natali, Jonathan Henrique, Milka Lopes
2018 - Walter Felipe, Patricia Natali, Milka Lopes
2019 – Walter Felipe, Evandro Gomes, Denise Magareffo