Club de Conquistadores Itararé
Associação Paulista Sudoeste

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del Club Itararé
Itararé

Itararé

Conquistadores

  • Miembros 26
  • Directiva 19
  • Total 45

Datos del Club

Fundación

19/02/1961 (61 AÑOS)


Región

A7 - REGIÃO 1 - DBV


Dirección

RUA CAMPOS SALLES, 1732 - CENTRO
ITARARÉ - SÃO PAULO
18460000


Reunión principal

DOMINGO
09:00:00


Historial de Clasificación

Este Club fue 05 Estrellas en: 2016, 2018

História do Clube de Desbravadores Itararé

O Clube de Desbravadores Itararé foi fundado em 19 de fevereiro de 1961, por Jonas Aleixo da Silva(in memoria) e Sinira, juntamente com o Pastor Luiz Lisboa, sendo a ser o 3º/4º Clube fundado no Brasil.
A origem do nome do Clube se deu por ser uma cidade do Interior, além de possuir nome indígena, ao qual significa “pedra que o rio cavou”, era uma forma de a cidade ser reconhecida nos eventos em que passaram a participar.
O clube passou por inúmeros diretores, Antônio Carlos Silva Moura, Eliana Aleixo (filha do fundador), Antônio Corrêa assumiu em 1986, trabalhou pelo Clube durante 25(vinte e cinco) anos, era desbravador quando Jonas Aleixo estava na direção do Clube, bem como sua Esposa Rosania assumiu secretária, tesouraria e vice-diretora durante esse período.
Chegou a ter aproximadamente 120(cento e vinte) membros no Clube, sendo que quase 20%(vinte por cento) era não adventistas, para se inscrever no Clube a demanda de interesse era grande que a direção acima realizava Vestibulinho.
Teve várias participações em feira da Antiga Associação Paulista, dentre elas, ao qual foi realizado na cidade de São Paulo, no Parque Ibirapuera, tal fato em que conhecida como a cidade do feijão, os desbravadores venderam feijões e pedras do rio Itararé trabalhada em pinturas, levaram 300 pedras, ao qual todas foram vendidas.
Nesse evento, o pastor Ronaldo de Oliveira os acompanhou, em decorrência das ótimas vendas conseguiram equipar o Clube em uniformes, barracas. Ademais, foram realizadas inúmeras campanhas de Pizzas e pães.
As unidades do Clube Itararé, eram chamadas Águia, Naja, Órion, Leão,
Participou em dois Campori Sul-Americano, em Ilha Solteira e Ponta Grossa, durante essa participação a direção local realizou uma tábua escrita o nome do clube, bem como colocou pedras do rio Itararé para serem trocados entre os desbravadores.
Nesse período o Clube na cidade era destacado em todas as suas atividades, uma vez que a cada mandato do prefeito, ao tomar posse os desbravadores faziam um corredor da Câmara Municipal a Prefeitura, e o prefeito passava ao meio até chegar ao gabinete.
Em outras solenidades o Clube sempre participou, na década de 90 bem como a vinda do Príncipe do Japão, quando visitou a cidade devido a grande quantidade de imigrantes brasileiros em seu país, fazendo uma recepção e o corredor para a chegada do Príncipe.
Nas campanhas do agasalho que é costume local anualmente o Clube sempre participou na arrecadação, junto com o Tiro de Guerra e a Guarda Mirim, onde que na separação do arrecadado e da entrega os desbravadores acompanhavam todo o processo.
As reuniões do Clube atualmente são realizadas na quadra do Colégio Adventista, antigamente as reuniões aconteciam na Rua em frente à Igreja Central, onde que os policiais fechavam a rua, e as salinhas da Igreja também era usado para realizar as atividades.
Os acampamentos do Clube aconteciam no bairro do Cerrado, no bairro da Santa Cruz dos Lopes, onde os desbravadores realizavam inúmeras atividades dentre elas seguimento de pista, queima de corda.
Teve uma ocasião em que o Clube foi acampar no Cerrado e o tempo se fechou em toda a região, onde houve muita chuva nas cidades vizinhas, e no local onde se encontravam não choveu.
Os descendentes de Jonas Aleixo (fundador) também foram membros do Clube, Eliana Aleixo como diretora, e Jason Aleixo como desbravador desde onze anos até dezenove, que foi batizado por Rodolfo Gorski, aos 14 anos pela influência do Clube assim como alguns netos também participaram como Melissa Aleixo.
Os membros do Clube passam de geração em geração, onde que Dirce de Freitas Cunha Paula se batizou por consequência do Clube (1993) pelo pastor Nilsen Paes, bem como sua filha Maria Inês de Paula foi secretária do Clube, e sua neta Jennifer de Paula Oliveira Cunha frequentou o clube desde dez anos (2013) até os dezesseis anos, saindo para completar os estudos.
Também teve vários acantonamentos realizados com os desbravadores de Castro, assim como viajaram para Castro para um encontro de desbravadores, onde que o Clube local tinha uma fanfarra numerosa e esplendida, ao passo que o Clube Itararé se motivou a montar a sua fanfarra.
No Campori em Cotia realizado pela Região Paulista o Clube também participou, nesse período o líder era José Maria. Realizaram cursos na cidade de Itaipava e cursos de primeiros socorros.
O clube sempre foi presente nos desfiles cívicos da cidade, participando com carros alegóricos juntamente com a Escola Adventista. As investiduras do Clube aconteciam no Cine São José e no Cine Itararé, sempre havia fogos nas cerimônias.
A influência do Clube Itararé foi grande por ser pioneiro, devido a isso auxiliou na fundação de vários Clubes nas cidades vizinhas como Itapeva, Apiaí, entre outras cidades da região. Devido a isso, o Clube criou vários laços de amizades com esses clubes, como uma família, o convívio e o intercâmbio realizado eram constantes.
Em um dos eventos de formação para Líderes, o diretor do Clube da época Antônio Corrêa estava passando ordem unida para os desbravadores, e por um instante se esqueceu do comando para parar a marcha (AUTO), fazendo com que os desbravadores fossem em direção das barracas.
Diante dos relatos dos desbravadores da época, o Clube teve um papel importante na Igreja local, bem como uma forte influência na parte Espiritual aos membros, pois os ideais fixavam em suas mentes, assim como a maior parte da direção da Igreja local fizeram parte do Clube, dentre anciões, diretores de Escola Sabatina, Professores no Departamento Infantil.
Criou-se um vínculo com a Guarda Mirim da cidade, uma vez que o Clube antecedeu ao grupo, e auxiliou na implantação da Guarda na cidade, onde apenas existiam meninos, realizaram caminhadas de 14 km na chuva, e realizaram no local ordem unida.
O clube teve um papel importante na cidade, pelas participações constantes em eventos, e em campanhas, ao exemplo da Praça do Bairro da Santa Terezinha que ao construírem, os desbravadores contribuíram, pois plantaram árvores e flores no local.
Nos últimos anos do Clube teve como direção Willian Santos, que levou o clube para Campori, e fizeram inúmeras campanhas de pizzas, e a atual direção do Clube há três anos por Thiago Santos, onde participou do Campori da Rede e do O Sobrevivente.
Nesses últimos anos o Clube realizou diversas campanhas sociais, bem como na participação de arrecadação das dez toneladas de alimentos no Mutirão de Natal à Santa Casa, no ano de 2013.
Além, disso realizaram-se campanhas de arrecadação de produtos de higiene ao Asilo, fizeram várias caminhadas pela região, bem como visita ao local, assim como campanhas de pizzas para a compra de uniformes de gala e de atividade para os desbravadores.
Atualmente o Clube conta com quase 40 membros, onde com estes desbravadores foram realizados Acampa-Dentro no Colégio Adventista e Acampamento no Cerrado, contando com várias atividades, como caça ao tesouro, realizaram.
O clube permaneceu como diretor Thiago Santos até o ano 2017, onde participou do campori O seredo da Pedro, O discipulo do Amor, participou do campori da União.
Ao final de 2017 o clube dividiu e abriu um novo clube em outra Igreja, no ano de 2018 a direção foi assumida por Karla Ferreira de Oliveira Garcia, neste ano eles fizeram pela primeira vez a trilha do Funil, a 1ª e a 2ª festa do Sorvete no CADI, e também neste ano não participaram do campori da Apso porque estavam se preparando para o Campori da Divisão.
No ano 2019 em janeiro o clube foi para Barretos no campori da Divisão sob a direção do Clube da Diretora Jessica Andrade Baier de Lima, atual diretora e ao final do ano foram para o campori da associação, n ano de 2020 e 2021, as atividades foram realizadas de forma remota devido a pandemia.


O clube de Desbravadores Itararé, é um dos clubes mais antigos do estado de São Paulo. não se tem uma data correta de fundação, sendo incert ou para 19/02/1961 ou 10/11/1962, tendo o Sr. Jonas Aleixo como seu primeiro diretor que trabalhava juntamente com a Sra. Cenira.
O clube foi referência na cidade onde foi muito ativo com todas as suas atividades. Devido à sua influência, Itararé chegou a ter três clubes. Depois de muitas atividades e história o clube Itararé ficou desativado por cerca de 8 anos.

No ano de 2010 o clube Itararé foi reativado para resgatar sua história e fazer parte da história da nova Associação (APSo).