Club de Aventureros Ovelhinhas do Bom Pastor
Associação Paulista Sudeste

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del club Ovelhinhas do Bom Pastor
Ovelhinhas do Bom Pastor

Ovelhinhas do Bom Pastor

Aventureros

  • Miembros 7
  • Directiva 11
  • Total 18

Datos del Club

Fundación

19/03/2016 (4 AÑOS)


Región

AVT - REGIÃO 2 - STO ANDRÉ


Dirección

R. ANTONIO DE LIMA, 150 - JD. OCARA
SANTO ANDRÉ - SÃO PAULO
09051-150


Reunión principal

SABADO
15:00:00


Link externo

Clic aquí para accesar

Clasificación

O anelo em iniciar um clube de aventureiros na IASD do Jardim Bom Pastor, surgiu no ano de 2010 com a irmã Maria Nascimento, que com dedicação e zelo deu os primeiros passos, mas o projeto acabou não se consolidando. Em 2012 sua filha Nathalia do Nascimento Silva, retoma o trabalho que sua mãe Maria Nascimento deu início, e tenta novamente montar um clube de aventureiros. Mesmo com todos os seus esforços empenhados, a ausência de crianças na faixa etária de 06 à 09 anos, naquele momento, protelou a abertura do clube de aventureiros, mas seus esforços não foram em vão, seu empenho junto a equipe, ganha força para reabertura do clube de desbravadores “Guepardos Reais”, do jd. Bom Pastor.
Em 2015, tocados pelo Espirito Santo, um casal decide visitar a IASD do jd. Bom Pastor, ele recém batizado e ela adventista (afastada), buscavam uma igreja pequena e que pudessem se sentir bem [...] desde então, nunca mais saíram. Dia 19/10/2015 no batismo da primavera, em uma surpresa para o seu esposo a irmã Cássia Cristina de Almeida Nascimento se rebatiza e seu filho Davi Almeida Do Nascimento, também desce as águas, para honra e gloria de Deus e ali começa a ser escrita a história do clube de aventureiros do jardim Bom Pastor.
Após um convite feito pela diretora de desbravadores Jane, à irmã Cássia para ajudar a compor a diretoria dos desbravadores no clube “Guepardos Reais”, a mesma se viu diante de uma situação inesperada, e após a sua negativa sob alegação de ter mais jeito com crianças menores, surge o desejo de iniciar um clube de AVENTUREIROS, pois ela já havia tido experiência anterior, quando ajudou a fundar o “Clube de Aventureiros Formiguinhas”, da IASD do Ferrazópolis, tendo sido a primeira diretora associada do clube.
Em uma conversa ela expõe ao pr. Jayme Gandra, o desejo de iniciar as atividades com um clube de aventureiros, dando apoio a sua ideia e colocando-se à disposição. Após algumas orientações, foi encaminhado um e-mail, com o esqueleto inicial da equipe, para ser analisado e posteriormente votado em comissão.
Os convites para compor a diretoria foram feitos mesmo antes de ter uma resposta concreta, um e-mail foi encaminhado para o mesmo com um esqueleto, contendo as informações iniciais para que o mesmo fosse analisado e posteriormente votado em comissão. O clube de aventureiros do jardim Bom Pastor começa então a ser estruturado, os primeiro convite foram feitos para o Erick e sua esposa Lucimaria e para o Feranando Rosales e sua esposa Gisele, porém no percurso o Erick e a Lu, foram transferidos para outra igreja e o Fernando, assumiu o departamento de música da igreja, e os horários não coincidiam.
Reformulamos a equipe e convidei o casal Lauriane e Peterson, para serem meus diretores associados, na sequência veio outro casal o Juninho e a Alice, ambos eram recém batizados, mas aceitaram com prazer o convite, a tesouraria ficou aos cuidados da Naiara, e assim nossa diretoria ia se formando.
A Edlene Duarte me procurou pois queria que o seu filho Samuel Duarte participasse do clube, por não ter a idade mínima que é de 6 anos, propus que ela nos ajudasse no clube, e o pequeno Samuel, que tinha 4 anos, poderia participar, como filho de membro da diretoria, e nesse pacote veio também seu esposo o Geraldo que se tornou nosso queridíssimo capelão, meu esposo Adeilzo, esteve ao meu lado durante todo o processo, estávamos com a diretoria quase completa[...], o irmão Bispo era o capelão, mas devido sua muitas obrigações na igreja, o Geraldo acabava estando mais presente, senti em meu coração, o desejo de convidar um irmão que havia acabado de chegar na igreja, eu não sabia quase nada sobre ele, apenas que ele era o marido da Renata Scarassati e quase não abria a boca, o não era quase uma certeza, mas para minha surpresa, ele não apenas aceitou, como já havia participado de outro clube de aventureiros em Goiás (é muita benção) e finalmente, por último e não menos importante a Raquel fechou a equipe, ao dizer que havia ficado sabendo da intenção de iniciar um clube de aventureiros e que ela gostaria de fazer parte da diretoria, PRONTO, a diretoria estava formada!
Precisávamos agora cadastrar o clube na Associação Paulista Sudeste, para que fossemos reconhecidos oficialmente como um clube de aventureiros. Seguindo as orientações era preciso escolhermos três opções de nomes, encaminhar para APSE e aguardar a votação dos regionais, para decidirem qual o nome mais apropriado para o novo clube.
Pensei em Ovelhas do Bom Pastor, e o pastor Jayme Gandra, pontuou dizendo que Ovelhinhas era mais apropriado, pela idade das crianças, afinal este nome era a nossa 1° sugestão, mas dependia da escolha dos líderes e o fator predominante, seria que nenhum clube estivesse cadastrado oficialmente com este nome. As demais sugestões foram encaminhadas, seguindo um protocolo padrão da associação.
 Ovelhinhas do Bom Pastor (Este nome foi escolhido por mim e o pr. Jayme, o nome faz alusão entre as crianças (ovelhinhas) e ao mesmo tempo o nome do bairro, jd. Bom Pastor (Jesus).
 Guepinha (Diminutivo do clube de desbravadores do jardim Bom Pastor “Guepardo Reais”).
 Felinos do Rei (A terceira opção foi apenas para cumprir o requisito).
Costumo dizer que o desejo nasceu primeiro no coração de Deus, que escolheu cuidadosamente cada membro para compor esta equipe que é uma benção e um grande presente em minha vida e estruturação do clube.
E finalmente no dia 19/03/2016 demos início as nossas atividades, com o clube de aventureiros “OVELHINHAS DO BOM PASTOR”, situado a rua. Antônio de Lima, 150 – Jd. Ocara/ Sto. Andre/ Spaulo. Esta é uma data muito especial, pois ali se concretizava o sonho, idealizado por tantas pessoas, no primeiro dia tivemos a presença do nosso querido pastor Jayme Gandra e da nossa regional Célia, sabemos que todo o trabalho que fazemos é para honra e gloria do nosso Deus e quem sem ele nada somos, por isso, pedimos à Papai do Céu que nos cubra com a sua benção e nos use conforme o teu querer e a tua vontade.
Que o Clube seja uma benção na vida de todas as crianças que passarem por ele, bem como suas famílias, obedecendo e respeitando sempre os ideais propostos que é amar, obedecer e ser amigo do nosso JESUS!
A primeira formação do clube de aventureiros “Ovelhinhas do Bom Pastor”, foi composta conforme segue abaixo:


Diretoria:
 Diretor (Cássia Nascimento)
 Diretora Associada (Lauriane Ottani)
 Diretor Associado (Osvaldir)
 Secretária (Edlene)
 Ancião (Antoniel Bispo)
 Capelão (Geraldo)
 Tesoureira (Naiara)
 Conselheira Abelhinha (Raquel)
 Conselheiro Abelhinha (Adeilzo)
 Conselheira Luminares (Alice)
 Conselheiro Luminares (Juninho)
 Conselheiro Edificadores (Lauriane)
 Conselheiro Edificadores (Peterson)
 Conselheiro Mãos Ajudadoras (Naiara)
 Conselheiro Mãos Ajudadoras (Osvaldir)
Crianças:
 Samuel Duarte
 Isadora Simonini
 Isadora Verdelli
 Maria Luiza Verdelli
 Henrique Mercado
 Ana Beatriz
 Miguel
 Sarah Del Vecchio
 Yuri Sueo
 Ygor
 Enzo
 Pedro Fraga

No ano de 2017 iniciamos a sala dos Dollys, crianças entre 04 e 05 anos que ainda nao possuem idade minima para serem aventureiros, porem entendendo que o acolhimento a estas crianças seja de extrema importância para a manutenção e também inclusão destas crianças ao clube.