Club de Conquistadores Feras do Iguaçu
Associação Oeste Paranaense

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del club Feras do Iguaçu
Feras do Iguaçu

Feras do Iguaçu

Conquistadores

  • Miembros 14
  • Directiva 16
  • Total 30

Datos del Club

Fundación

05/05/2000 (19 AÑOS)


Región

FOZ DO IGUAÇU


Dirección

RUA PEDRO CORREA, 192 - JARDIM NOVO HORIZONTE
FOZ DO IGUAÇU - PARANÁ
85855717


Reunión principal

SABADO
17:00:00


Link externo

Clic aquí para accesar

Clasificación

Clube de Desbravadores Feras do Iguaçu – “O Clube que é D+”

O clube de desbravadores Feras do Iguaçu foi fundado em meio a um programa evangelístico, onde os obreiros PASTOR MARCIO WANDER E CLAUDEVAN COSTA, deram as suas colaborações e incentivos para que o clube fosse criado no bairro Carimã – Foz do Iguaçu, no dia 05 de maio de 2000. A diretoria do clube era composta pelos seguintes membros: diretor: Mario Monteiro, diretor associado: Jefferson Eduardo Ambrozini, além dos conselheiros de unidade que fizeram parte da diretoria: Carlos Alexandre Benitez, Cledir Costa, Alexandro Benitez, Tadeu e Jaquecelia e do capelão Marcus Alves.
No mesmo ano o clube participou do I Campori Regional “Esperança, é tempo de ver Jesus Voltar”, que aconteceu na base náutica em Foz do Iguaçu. Esse Campori esteve sob a liderança do casal de líderes Regional Jorge Humberto Lopez e Andréia Lopez. O Campori ficou marcado para o clube Feras do Iguaçu por ser o primeiro, e também pelos momentos emocionantes e espirituais dirigidos pelo pastor Lauro Crescêncio.
No ano 2001, o clube volta as atividades, com o objetivo de participar do seu primeiro Campori em nível de associação. O Campori - Fazendo Bonito na Trilha do Mestre, foi especial por vários motivos 1º - o clube teve seu primeiro fruto descendo as águas, a juvenil Priscila Ferreira foi batizada, 2º - o clube foi coroado com duas medalhas em provas, essas conquistas fazem parte da história e tradição do clube, onde as conquistas são constantes e os batismos são as bênçãos de DEUS sobre um trabalho inteiramente voltado para conquista de almas.
No ano de 2002, o clube participa do 2º Olimpori regional conquistando várias medalhas e amizades por toda a região. No mesmo ano o clube participa do Campori da união sul brasileira – pontes de amizade e solidariedade. O Campori foi a inspiração da criação do símbolo do clube elaborado pelo então diretor associado Jefferson Eduardo Ambrozini.
No ano de 2003, a direção foi modificada, Jefferson Eduardo Ambrozini tornou-se diretor do clube e auxiliado por Renato Godois e Raquel Moreira, que com muito esforço fizeram a primeira viagem do clube para o Campori em Umuarama: Abrindo Caminhos, onde o então diretor foi investido em líder e o clube ganhou em primeiro lugar na prova da bíblia onde Claudevan Costa e Renato Godois deram essa alegria ao clube.
No ano de 2004, era um ano de preparação para o maior Campori que o clube já havia participado. A direção era a mesma do ano anterior, que trabalhou intensamente, para fazer bonito no III Campori da DSA – Fonte de Esperança, na cidade de Santa Helena. A participação do clube feras do Iguaçu foi exemplar, todos os desbravadores animados para compartilhar emoções com cerca de 20 mil desbravadores, no início de 2005.
No ano de 2005 o clube funcionou normalmente mas com duas direções diferentes, Claudir Dallacort foi eleito diretor no início do ano mas acabou deixando a função para seu associado Rafael Augusto que terminou o ano como diretor.
No ano de 2006 Jefferson Eduardo Ambrozini retornou a diretoria do clube, onde participaram do I Campori Septaregional, na cidade de medianeira.
No ano de 2007, com diretoria renovada onde Claudevan Costa foi eleito diretor do clube e colocou em pratica o projeto “Feras da Natureza”, que foi um grande auxilio para angariar fundos para a viagem do ano, Ponta Grossa, para o Campori Paraná total, onde o clube ganhou os memoráveis troféus, de melhor portal pequeno e entre os 05 melhores clubes em ordem unida do Paraná.
Nos anos de 2008/2009, o clube ficou desativado.
No ano de 2010 Renato Godois foi eleito diretor do clube e reiniciou as atividades, que renderam frutos, um grupo de desbravadores participaram do Campori da união sul brasileira na cidade de Santa Helena. Neste pela segunda vez em sua história o clube investe um Líder, Marcus Alves junta-se a Jefferson nesta condição no Campori Macro-regional de Porto Mendes.
No ano de 2011, Marcus Alves da continuidade ao projeto para reerguer o clube, onde no mesmo ano, cerca de 25 desbravadores a muito custo, mas com muita alegria participaram do histórico, último Campori da “grande” ANP - Decisões Radicais, na cidade de Campo Mourão, onde o clube é o 2º colocado na prova bíblica, com Maycon Jeferson Hsu, aos 11 anos, para manter a tradição. Neste ano 100% dos desbravadores foram investidos em classe. É também neste ano que a o clube define uma nova camiseta, mantendo suas cores originais (azul amarelo e branco), e seus símbolos.
No ano de 2012, Marcos Dornelis Jorge, então regional, foi eleito diretor do clube e o levou ao III Campori Regional “Geração Fiel”.
No ano 2013, Marcos Dornelis Jorge foi reeleito e conduziu o clube a sua primeira viagem extra Campari. A viagem se deu a espetacular a cidade de Guaratuba, onde os meninos e meninas divertiram-se com o mar, alguns visitando pela primeira vez a praia. Neste ano é cunhada a expressão “SOMOS FERAS” a qual designa os membros do clube.
No ano de 2014, Jefferson Eduardo Ambrozini retorna a direção do clube, levando o clube a participação do histórico I Campori da MOPR, “Do Poço para a Glória”.
No ano de 2015, Marcus Alves retorna a direção do clube pela segunda vez, levando o clube a participação do X Campori da USB, “Coração de Rei”. Neste ano é lançada a campanha “FERAS DO IGUAÇU – O CLUBE QUE É D+” a qual celebra os 15 anos do clube.
No ano de 2016 Jefferson Eduardo Ambrozini retorna a direção do clube, levando o clube a participar do II Campori da MOPr "Missão de heróis" em Santa Terezinha de Itaipu - PR . Em 2017 Jefferson Eduardo Ambrozini continua na direção do clube, onde participaram do III Campori da AOP "Guardiões da Verdade" em Toledo - PR, este campori foi marcado pelo inicio da caminhada como diretor do jovem promissor Gabriel Matheus Fernandes, por muita chuva durante o evento e para finalizar a grandiosa conquista do troféu de ordem unida individual e coletiva (Gabriel era o instrutor).
No ano de 2018 Gabriel Matheus Fernandes toma posse oficial do cargo de diretor do clube Feras do Iguaçu, foi um ano de grande batalha e aprendizado à todos da diretoria para chegar ao tão sonhado V Campori Sul-Americano "A Melhor Aventura" no parque do peão, Barretos - SP, em janeiro do ano de 2019 que ficou marcado por ter sido considerado até hoje o maior do planeta.