Club de Aventureros CARAVELAS
Associação Norte Do Pará

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del club CARAVELAS
CARAVELAS

CARAVELAS

Aventureros

  • Miembros 54
  • Directiva 32
  • Total 86

Datos del Club

Fundación

05/06/1995 (24 AÑOS)


Región

01° AVT


Dirección

BARÃO DO TRIUNFO 3590 - MARCO
BELÉM - PARÁ
66095490


Reunión principal

SABADO
15:00:00


Link externo

Clic aquí para accesar

Clasificación

Fundado em 05 de junho de 1995 durante uma reunião dos Desbravadores Pioneiros
@caravelasmarco (Instagram) e Facebook

HISTÓRICO DO CLUBE CARAVELAS – Marco I

Segundo o Manual Administrativo do Clube de Aventureiros na página 11, em 1972 a Igreja Adventista do Sétimo Dia tentou, pela primeira vez, criar um programa específico para as crianças menores de dez anos. Isso aconteceu em Washington (EUA), sob a direção de Carolee Riegel, num Clube chamado “Os Castores”. Em 1975, outra Associação (a do Nordeste – EUA) realizou um programa focado neste grupo especial e, cinco anos mais tarde, várias associações já estavam seguindo estes exemplos pioneiros.
A ideia ganhou força e foi copiada em muitos lugares. Em 1988, a Divisão Norte Americana convidou as Associações interessadas e pessoas especializadas em crianças para estudar a oficialização do Clube de Aventureiros (Em algumas localidades já se usava este nome).
Uma comissão se reuniu, um ano mais tarde (1989) para atualizar o currículo, as Especialidades e estabelecer normas para a organização e funcionamento do Clube. Participaram deste trabalho líderes da Escola Sabatina infantil, educadores, coordenadores do Ministério da Criança (das Uniões e Associações) e outros especialistas em família e educação infantil. 
No mesmo ano (1989), a Associação Geral oficializou as Classes dos Aventureiros (Abelhinhas Laboriosas, Luminares, Edificadores e Mãos Ajudadoras), confirmando o trabalho feito por Teresa Reeve. Ela escreveu o currículo dos Aventureiros com o objetivo de “facilitar à criança partilhar sua fé, se preparar para esta vida e para a vida eterna”.
Em 1990, o plano piloto do Clube de Aventureiros foi iniciado nos Estados Unidos, na Divisão Norte Americana. Em 1991, a Associação Geral o autorizou, como programa mundial, estabelecendo seus objetivos, currículo, bandeira, uniforme e ideais.
  No Brasil o clube de aventureiros teve o início de suas atividades em 1991, sendo o primeiro clube oficializado em Cidade Dutra – São Paulo, no dia 06 de abril de 1991. Na verdade o clube já existia desde 1986 seguindo o programa com as classes preliminares dos desbravadores, mas tendo o nome de desbravadores mirim e não podendo ser investido já que o requisito básico para serem desbravadores eram ter 10 anos ou estar na antiga 4ª série. Este programa já era desenvolvido aqui no Brasil com orientação do Espírito Santo já que ele só seria oficializado e chegaria a nós anos mais tarde.
 Elizabete Alcarde foi a fundadora do 1º Clube de Aventureiros oficializado no Brasil. 
 Esta é a parcela da historia que outros escreveram, mas a continuação local desta história aconteceu também aqui na Igreja Adventista do Sétimo Dia – Marco I, localizada na travessa Barão do Triunfo, nº3590, bairro Marco, Belém Pa.
De acordo com documentos de Ranhacy Cardoso da Silva, em 05 de junho de 1995 o Clube de Aventureiros Caravelas inicia suas atividades, sendo apresentado durante uma reunião do Clube de Desbravadores, tendo como diretores Suzanne Portella e Luiza Toutonge. A escolha do nome Caravelas foi dada por Suzanne, pois as caravelas eram embarcações que saiam para conquistar, desbravar o mundo.
Teve como diretor Cláudio de Souza Gouvea e como secretária Ranhacy Cardoso da Silva. Cláudio de Souza Gouvêa assumiu a diretoria do clube e Ranhacy se tornou a diretora associada e secretária, porém logo em seguida a direção e a secretaria do clube passaram para as mãos de Ranhacy Cardoso da Silva, em 1996, e como Instrutor Geral e Camping, de Ordem Unida e Cerimonial, Marco Antonio Pantoja, contava com quatro aventureiros: Marcos Genu, Vitor Genu, Luiz Henrique Lopes e Ricardo Williams, porém cresceu em número de membros a cada reunião.
Um dos momentos mais esperados pelos aventureiros de qualquer clube é o acampamento. Na data de 15 a 17 de novembro de 1996 aconteceu o primeiro acampamento externo no Ibirapuera, Castanhal, Pará. O Clube estava composto pelos seguintes aventureiros: Brenda Berg Barros, Cynthia Cazassa, Élio Yzael M. de Souza e Élvio Gabriel M. de Souza, Elaine Cristine Rodrigues Pereira, Ricardo W. T. Pereira, Elielson Moraes de Jesus, Eduardo Ramon Silva Ferreira, Jefferson Emerick Torres, Jessica Mayara Tavares e Silva, Larice Silva Teixeira, Melissa Neves e Priscila Neves, Luiz Henrique Rocha Lopes, Natália Borges, Natália da Silva Ferreira, Rafael Brito Machado e Renata Karine O. Martins. 
O clube ficou inativo por alguns anos e, segundo secretaria local da igreja, foi reiniciado em 15 de março de 2003, com Daniele Kempfer Philippsen como Diretora, Joine Vieira dos Santos e Felipe Vieira dos Santos como diretores associados.
No ano de 2007 foi aprovado pela Comissão de Nomeações a seguinte diretoria:
1- Diretor: Orley de Moraes Cruz
2- Diretora Associada: Marja Ferreira Martins.
Em 2008 a direção do Clube Caravelas passou para Camila Meireles Moura através de indicação da Comissão de Nomeações da igreja local.
Em 2009 tivemos Leide Bárbara Baleeira Lima assumindo o clube até dia 07 de junho do ano citado, pois por motivo de viagens a trabalho passou a ter como diretora Karin de Andrade Barbosa. 
Para o ano de 2011, o Clube de Aventureiros Caravelas passou a ter como diretores o casal Nilson Moraes Silva e Kelem Danyele Ferreira da Silva. Também fazia parte da direção do clube os casais Juliana do Socorro de Araújo Cruz Chaves e Manoel Arlindo Chaves Júnior, Déa Paula Dias Almeida e Walkírio Costa Almeida e Antonio Trévia e Lindaucir Trévia, além de Monica Ribeiro da Costa, Carla Cristiane da Silva Ferreira, Selma da Luz Cruz e o casal pastoral Gladiston do Nascimento Espirito Santo e Zeila Priscila Mollmann. O clube possuía vinte e oito aventureiros matriculados.
No ano de 2013, Déa Paula Dias Almeida assume a direção e continua sendo auxiliada pelos casais Juliana do Socorro de Araújo Cruz Chaves e Manoel Arlindo Chaves Júnior, Déa Paula Dias Almeida e Walkírio Costa Almeida e Antonio Trévia e Lindaucir Trévia.
Em 2016 o clube continuou tendo como diretora Déa Paula Dias Almeida e como diretora associada Juliana do Socorro de Araújo Cruz Chaves. O clube contava ainda com conselheiros por classe: Lia, Edilana, Raphaela, Pablo e Kheyser, como instrutor geral tínhamos Elieser, como distrital Éder, secretária Luciana e tesoureira Kellen Silva, porém a função passou a ser exercida por Silvia Silva em agosto de 2016. Nesse ano realizamos várias atividades de apoio a comunidade, apelo social e visitas a órgãos públicos, bem como realizamos um lindo acampamento em Vigia.
Ao término das atividades de 2016 foi realizado um lindo encerramento para os aventureiros e homenagens a Dea Almeida que atuou como diretora por muitos anos e a secretária Luciana que ficou no clube por um ano, porém o seu trabalho foi perceptível na organização de registros e continuidade do clube caravelas.
Para o ano de 2017 através de indicação da Comissão de Nomeações da igreja local, foi aprovado o nome de Kheyser Marina Queiroz Pereira de Assis que já trabalhava como conselheira da classe Edificadores. Silvia Silva passou a ser a nova secretária, porém permaneceu como tesoureira do clube. Ainda na diretoria tivemos: Rosilene Teixeira como conselheira dos ABELHINHAS cujo nome da unidade ficou como GOLFINHOS, tendo como conselheiros associados Jully Soares e Alípio Acíoly; Karine Soares como conselheira da classe LUMINARES denominada de CAVALO MARINHO; Edilana Silva e Débora Silva como conselheira e conselheira associada respectivamente da classe EDIFICADORES denominada de unidade ESTRELA DO MAR; Raphaela Ono como conselheira da classe MÃOS AJUDADORAS denominada de unidade TUBARÃO e como conselheira associada Nara. Contamos ainda na equipe da diretoria com a distrital Déa Almeida, Jamille Auzier como coordenadora da rede familiar, Pastor Leonardo Auzier como pastor do clube, além de muitos pais que estiveram durante o ano de 2017 apoiando o clube nos diversos eventos e nas reuniões regulares.
O ano de 2017 ficou marcado para o clube de Aventureiros Caravelas, pois participamos do I Aventuri da MPA com 98 membros entre aventureiros, pais e apoio.
Finalizamos o ano com a premiação do Sistema Anual de Avaliação – SAVA, consagrando o clube como cinco estrelas.
Para o ano de 2018 o clube permanece com Kheyser Assis como diretora, como tesoureira Sílvia Silva, distrital Déa Miranda, secretária MikiWatanabe e como conselheiras: Karine Soares, Jully Soares, Edilana Rodrigues, Débora Rodrigues, Raphaela Ono e Nara Bitencourt. Em fevereiro Sílvia Silva assume como diretora associada e Silvania Ramos assume a tesouraria. Neste momento o clube apresentava cinquenta aventureiros inscritos.
Neste ano foi dado inicio ao novo projeto para as crianças aspirantes a aventureiros, com idades de quatro e cinco anos, Joaninhas e Formiguinhas, tendo como conselheira Karina Soares e com a participação ativa dos responsáveis de cada aspirante. Projeto aprovado em reunião junto a comissão da Igreja do Marco e pelo líder do Ministério dos Desbravadores e Aventureiros da ANPA Pr. Elton Barbosa. Os aspirantes possuíam uniformes e especialidades diferentes dos aventureiros e cadernos de atividades compatíveis com a idade, no entanto, aprenderam os mesmos ideais dos aventureiros.

Este ano marcou pela participação do clube no primeiro acampamento da ANPA, com cerca de sessenta e cinco membros inscritos, com a premiação cinco estrelas do SAVA 2018. Além da aquisição de dois gazebos, bebedouros e outros materiais ao patrimônio do clube, obtidos com a ajuda dos responsáveis nas vendas de alimentos.
Em 2019, Kheyser continua como diretora do clube, além de Miki Watanabe como secretária e diretora associada, Leonardo do Couto como capelão e como conselheiras temos: Edilana Silva, Débora Rodrigues, Luize Amoras, Diana Veiga, Dulcilene Couto, Enila de Faria, Josieli Pinheiro, Ana Cristina Andrade, Claudia Duor, Heline, Camila, Weslley e Nara Bitencourt. Neste mesmo ano a direção do clube passou para Miki Watanabe.

Ativos com 55 Aventureiros, composto por: Diretora, diretora associada, secretária, tesoureira, instrutores e conselheiras
No momento o clube conta com 80 membros cadastrados entre diretoria, aventureiros e pais colaboradores
Composição do Clube Caravelas 2019

A diretoria do Clube da Aventureiros Caravelas está formada da seguinte maneira:

Diretora: Miki Watanabe Valente
Diretora Associada e Secretária: Kheyser
Conselheira Classe Abelhinhas Laboriosas: Sílvia e Glória
Conselheira Classe Luminares: Lana, Lenny e Débora
Conselheira Classe Edificadores:Claudia e Cristina
Conselheira Classe Mãos Ajudadoras: Nara e Lilian