Club de Conquistadores Rocha dos Séculos
Associação Mineira Central

Los datos presentados aquí son de responsabilidad de la directiva del club Rocha dos Séculos
Rocha dos Séculos

Rocha dos Séculos

Conquistadores

  • Miembros 13
  • Directiva 15
  • Total 28

Datos del Club

Fundación

23/07/1989 (29 AÑOS)


Región

REGIÃO 12 - DESBRAVADORES


Dirección

AVENIDA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA, 360 - NACIONAL
CONTAGEM - MINAS GERAIS
32185100


Reunión principal

DOMINGO
08:00:00


Link externo

Clic aquí para accesar

Clasificación

O clube de Desbravadores Rocha dos Séculos foi fundado em 23 de julho de 1989, completando, portanto, no ano de 2016, 27 anos. Sob a direção do Espírito Santo, no Grupo da IASD do Bairro Nacional, Distrito de Jardim Laguna, AMC, Contagem-MG, foi proposto aos irmãos do grupo em referência a criação de um clube de desbravadores, a fim de aproveitá-lo para as atividades missionárias dos jovens que ali frequentavam.
Após aprovação do voto em comissão, colocou-se a necessidade da indicação de um nome para o clube. Foi proposto, em primeiro lugar, o nome “Clube Nacional”. Discutida a conveniência desse nome, o mesmo foi rejeitado, pois não oferecia derivação para as unidades. Tomada então a palavra pelo pastor que presidia a reunião, o próximo nome proposto foi “Rocha dos Séculos”, pois além de representar a Jesus, a Rocha dos Séculos, oferecia também derivações para as unidades que seriam formadas, como Jaspe, Safira, Calcedônia, Esmeralda, Ametista e outras.
Desde sua criação, o clube Rocha dos Séculos já participou, dentre outras coisas, de acampamentos, caminhadas, camporis, atividades sociais, como visitas a hospitais e a asilos e campanhas de vacinação, desfiles, evangelização, doação de sangue, arrecadação e distribuição de alimentos a carentes e concursos de fanfarras e pelotões. Foi considerado o clube de maior destaque no Campori de Guarapari em 1993, onde recebeu como prêmio um botom do regional da Bahia que dirigia aquele Campori.
Acredita-se que o ano de 2015 foi um ano de virada para o Rocha dos Séculos e para sua igreja. Lutou-se com muita garra para conquistar medalhas, títulos, troféus, emblemas, categorias e distintivos. O clube adquiriu grande patrimônio, que incluiu muitos itens de acampamento, tais como barracas, ”banquinhos”, pratos e copos personalizados, e outros utensílios de cozinha. Adquiriu-se quase toda a estrutura de um portal permanente, que servirá para outros Camporis e levará a marca desse clube aonde ele for. Equipou-se muitos desbravadores com seus uniformes de atividade, gala e com os símbolos das conquistas que eles tiveram ao longo do ano. Para coroar, a fanfarra do clube foi montada com 32 instrumentos para fazer muito barulho organizado e levar Cristo às pessoas por meio do ritmo e melodias cristãos. Cumpriu-se uma lista interminável de requisitos para tornar esse clube mais conhecido e reconhecido entre seus pares, procurou-se fazer esse clube grande e deixá-lo de volta num lugar especial no coração daqueles que o vissem. Contudo, não se acredita que a grande virada venha de todas essas conquistas e de todo esse patrimônio.
A virada continua. A virada de 2015 inclui principalmente as conquistas espirituais, pois, afinal de contas, a espiritualidade é um dos pilares do ensino dos desbravadores e deve ser prioridade em qualquer clube. Por meio do estudo da palavra de Deus e de outras atividades, acredita-se que o Rocha dos Séculos foi utilizado por Deus para levar jovens aos pés de Jesus para que entregassem suas vidas a Ele. Batismos foram realizados e outros têm sido planejados para o próximo ano. Essas sim são as principais conquistas de um grande clube. Todo trabalho e devoção não recebe maior recompensa que estas: um desbravador entregando sua vida a Cristo; pessoas sorrindo alegres e balançando a cabeça em sinal de aprovação pelas mensagens de Cristo reveladas a elas; idosos felizes por receberem a visita de adolescentes em sua casa e outras diversas situações em que o amor de Deus é refletido pelo triângulo vermelho, branco, amarelo e azul.
Ainda em 2015, o clube participou do Campori "A Caminho do Céu" da AMC, realizado em Uberlândia, onde ficou com a classificação "Prata", o que foi de grande valia para o mesmo, uma vez que foi o primeiro Campori para o qual a direção atual levou seus desbravadores. Dentre outros objetivos, a direção do clube almeja, neste ano, levar o clube para o Campori “Mais que ouro” da União em Ipatinga, acreditando que ele proporcionará uma experiência maior na preparação dos desbravadores para chegar verdadeiramente aos céus.

"Rocha não há como nosso Deus"
O clube apresenta uma ótima estrutura e tem sempre o apoio da Igreja em suas atividades.